Publicidade



A calvície é genética, dizem as novas pesquisas

A calvície está presente em uma grande parcela dos homens, independente da região do mundo, da raça ou até da idade. Em algumas famílias não escapa um e começa bem cedo. É causada por diversos fatores, porém até onde se conhece são os fatores genéticos os maiores causadores. Influenciam muito a vida social da pessoa e a deixam com fisionomia de mais velho.
Estudos anteriores já haviam demonstrado que variações no gene que codifica o receptor de androgênio, carregado no cromossomo X, herdado da mãe, afetariam a calvície masculina. Agora dois estudos independentes, publicados na edição da revista científica Nature Genetics, sugerem novos fatores genéticos que influenciariam a calvície masculina. Segundo as pesquisas da Universidade de Bonn, na Alemanha e do King’s College, em Londres, há uma estreita relação entre a calvície e a ocorrência de duas variantes genéticas do cromossomo 20. Segundo os pesquisadores, 14% dos homens possuem as duas variantes, que aumentam em até sete vezes o risco de desenvolver a calvície antes dos 40 anos.
Com esses estudos os cientistas pretendem conseguir o diagnóstico da calvície antes dos 50 anos e também o desenvolvimento de novos medicamentos de prevenção.
Espero que também consigam alguma descoberta para recuperar os cabelos dos que já há muito tempo os perderam.
Eu e milhares de viventes agradeceremos!!!

Publicidade