Category Archives: Água

Água tratada da torneira x água mineral do galão

Um produto dos mais nobres para o ser humano e que tanta polêmica gera é a água.

Uns acham que só se deve ingerir água engarrafada ou de galões, as chamadas águas minerais. Dizem ser mais pura, mais saudável, mas seguido vemos na mídia reportagens sobre produtos contaminados, inclusive de marcas de grande prestígio no mercado.

Porém alguns especialistas afirmam que a água de torneira, por ser tratada, seria melhor. Ela passa por vários processos, que controlam a cor, turgidez, pH e principalmente a adição do cloro, para esterilizar e matar bactérias e outros microorganismos, nocivos à saúde humana.

Mas seriam todas estas características verdadeiras? Nem sempre, pois até pode ser uma verdade quando a água sai da estação de tratamento, após todos os testes e controles laboratoriais, mas até ela chegar às nossas casas muita coisa acontece.

Nem sempre as tubulações são bem conservadas e podem passar por regiões contaminadas, deixando a água que vamos utilizar imprópria ao consumo. Muitas vezes sequer tomamos os devidos cuidados em nossas residências, como limpara as caixas de água com os cuidados requeridos.
Especialistas recomendam o uso da água tratada da torneira, mas após ser fervida ou filtrada.

O valor da água e da energia elétrica em um prédio

Quem mora em prédios está acostumado com os problemas que lá ocorrem.
Somente nos damos conta da importância de alguma coisa quando constatamos sua falta. Se a pessoa mora em andar muito elevado, muitas vezes vai ao mercado e quando volta é surpreendida pela falta de energia elétrica e consequentemente fica sem o elevador, tendo que subir pelas escadas com os pacotes. A situação piora muito se for à noite e o prédio não dispuser de luzes de emergência nas escadarias ou se descobre que as mesmas não estão funcionando ou até foram roubadas por algum vândalo. Outra complicação é quando isso ocorre e há pessoas de idade que retornam e não conseguem subir pelas escadarias. Ainda há de se considerar a vulnerabilidade na segurança, por falta de iluminação, portões eletrônicos que não funcionam e tudo mais.

Mas esse caso pega de surpresa apenas algumas pessoas. Pior mesmo é quando falta água nas torneiras, por falta de abastecimento da concessionária ou porque algum problema de manutenção do próprio prédio impede o abastecimento da mesma. Se não houver aviso prévio a situação se complica mais ainda. Bastam algumas horas de falta da mesma e já sentirmos o seu valor, para preparação dos alimentos, para lavar louças e utensílios, para faxinas e principalmente para aquele banho gostoso, que tanto bem nos faz.

Aí vale aquele velho ditado popular: “só damos valor a alguma coisa depois que a perdemos”!

Você confia na água da sua torneira ou prefere a mineral ?

O consumo de água mineral no Brasil cresceu assustadoramente nos últimos anos. Será pela qualidade das águas tratadas que chegam em nossas torneiras?
Mas será que também são confiáveis as águas minerais comercializadas por aqui? Nem uma coisa e nem outra. É verdade que pode se justificar o aumento do consumo de água mineral pela baixa confiança que se tem na água tratada, fornecida pelas nossas autoridades, mas também temos notícias que as águas comercializadas por aqui não tem sido das melhores. Em testes divulgados no “fantástico”, programa da Rede Globo, demonstrou-se que muitas marcas foram reprovadas.
Concluímos que deve haver mais fiscalização na qualidade dos produtos comercializados, tanto da água tratada como da água mineral.

A catástrofe das enchentes no Estado de Santa Catarina

O Brasil não é um país de grandes catástrofes naturais, porém de vez em quando aparece alguma inesperada, como as enchentes que tanto estrago e vítimas causou em Santa Catarina neste ano de 2008.
Estas enchentes já trouxeram grandes prejuízos e vítimas em 1983, quando o vale do Itajaí foi duramente castigado. Em razão daquela catástrofe surgiu uma das festas mais tradicionais do Brasil, que é a Octoberfest em Blumenau. Esta festa foi criada para auxiliar na recuperação da região, após aquela grande catástrofe.
Que Deus tenha piedade dos habitantes desta região, um povo ordeiro, trabalhador e muito importante para todos nós brasileiros.

As doenças causadas pelas praias poluídas

Chegado o verão é hora de pensarmos nas férias. A maioria das famílias brasileiras aproveita as férias escolares para descanso e lazer nas praias. Mas há de se tomar alguns cuidados com a poluição das nossas praias, para que este lazer não vire dor de cabeça, principalmente para as crianças, que normalmente não tomam muitos cuidados.
Visando uma orientação aos veranistas, na maioria dos Estados brasileiros, as secretarias medem e monitoram durante o verão os índices de balneabilidade dos seus principais balneários. O índice de balneabilidade mede apenas os coliformes fecais presentes em matérias orgânicas provenientes de fezes humanas ou animais e restos vegetais decompostos. Porém, a utilização de corpos d´água poluídos como balneário pode levar a contaminação por outros microorganismos, além das bactérias como protozoários e vírus. Dessa forma, a utilização das bactérias fecais (coliformes fecais) como indicador de poluição marinha remete a possibilidade de presença de outros micro-organismos nocivos à saúde, que podem causar doenças para os que têm contato com água durante a recreação.
Segue abaixo um resumo das principais doenças possíveis em balneários poluídos.
• Gastrenterite – é a doença que ocorre com mais freqüência como resultado da ingestão de águas poluídas por esgoto, sendo os sintomas os enjôos e vômitos, dores de barriga e dores de cabeça. Normalmente não chegam a representar muita gravidade;
• Irritações e infecções – podem ocorrer nos olhos, ouvidos, narizes e garganta como resultados da recreação em águas poluídas. Assim como as gastrenterites as infecções de outras partes do corpo em contato com a água podem ser de leve, moderada ou forte intensidade; levando a prejuízos temporários ou perenes destes órgãos.
• Cólera, disenteria, esquistossomose, hepatite A e febre tifóide – podem ser adquiridas através do contato ou ingestão de águas poluídas.
• Contato com algas tóxicas – pode causar diversos tipos de doenças variando de doenças menos graves como irritações e alergias até problemas de saúde mais graves, afetando o sistema digestivo, causando seqüelas neurológicas e doenças respiratórias.
• Resíduos industriais tóxicos – podem causar intoxicações com pequenas dores de cabeça até a morte;

O filtro de barro e a água mineral

Os problemas com a água tratada na maioria dos municípios do Brasil têm modificado o comportamento das pessoas.
Uma maneira que vinha sendo utilizada na maioria das residências brasileiras e tende a se extinguir são os filtros de barros, substituídos por modernos filtros de tecnologias modernas, já instalados na própria rede de tubulação.
Mesmo tendo um custo a mais, as pessoas têm preferido comprar a água mineral que usar a água da torneira. Mas tem havido problemas também com esse produto. Seguidamente vemos nos meios de comunicações reportagens sobre águas minerais fora dos padrões de qualidade e até impróprias para consumo humano.
Em todos os casos o que ocorre é o desleixo das autoridades públicas, que não investem o suficiente em fiscalização.

Água no planeta Marte

Foi confirmada a existência de água em Marte. A NASA informou nesta quinta-feira, 31.07.2008, que a sonda Phoenix, que explora o solo de Marte desde maio deste ano, confirmou através da análise de gases, com um equipamento chamado Tega (em inglês : Analisador de Gás Térmico e Expandido), que realmente existe água em Marte.
Esta é uma das principais descobertas para que se possa continuar acreditando na existência de vida naquele planeta.

Chegou o inverno e esqueceram da DENGUE, mas logo ela voltará à mídia, trazendo novas vítimas

Basta chegar o inverno e o frio que a mídia e principalmente os governantes já esquecem a Dengue. Mas logo chega o verão e o calor e ela volta, sem que as providências tenham sido tomadas.
Os sintomas da dengue muitas vezes são confundidos com simples gripes e resfriados, o que causa uma certa demora em seu diagnóstico e seu combate. Alguns sintomas da dengue :
1 – Febre alta ( 39 a 40 graus ) que dura cerca de 7 dias.
2 – Dor de cabeça.
3 – Dores fortes nas juntas, na musculatura e no fundo dos olhos.
4 – Manchas vermelhas no corpo.
5 – Cansaço, náuseas e vômitos.
Mas enquanto não descobrem uma vacina para nos salvar, vamos fazer a nossa parte, colocando em prática algumas medidas para eliminar os criadouros do mosquito transmissor, chamado Aedes aegyti, que se procria em recipientes com água limpa e parada.
1 – Verifique se as calhas da sua casa não estão entupidas. Remova as folhas que possam impedir o escoamento da água.
2 – Escorra a água dos pratinhos dos vasos de plantas, lave-os com uma escova e coloque areia grossa até a borda, inclusive nos vasos dos cemitérios.
3 – Mantenha a caixa d’água sempre limpa e vedada.
4 – Deixe a tampa do vaso sanitário sempre fechada. Em sanitários pouco usados, dê a descarga uma vez por semana.
5 – Guarde os pneus secos e em lugar coberto. Aqueles que não for usar mais, encaminhe para a coleta de recicláveis.
6 – Coloque semanalmente água sanitária em ralos pouco usados.
7 – Laginhos, cascatas e espelhos de água decorativos, limpe sempre as bordas com uma escova e coloque água sanitária pelo menos uma vez por semana. Limpe as bordas da piscina com uma escova e mantenha água clorada. Se não usá-la cubra com uma lona bem esticada.
8 – Vasilhames para água de animais domésticos devem ser lavados com esponja, sabão e água corrente pelo menos uma vez por semana.
9 – Guarde as garrafas de plástico e vidro viradas de boca para baixo ou encaminhe para a coleta de recicláveis.
10 – Mantenha em local coberto materiais de construção como : louças sanitárias, carrinho de mão, lonas plásticas, telhas, latas de tintas, tambores, etc.
11 – Procure eliminar tudo o que possa reter água exposta, que serve para o mosquito se procriar.

O aqüífero Guarani e a previsão de falta de água no futuro

O Aqüífero Guarani é a maior reserva subterrânea de água doce do mundo. A maior parte 70% ou 840 mil km² da área ocupada pelo aqüífero, cerca de 1,2 milhão de km², está no subsolo do centro-sudoeste do Brasil. O restante se distribui entre o nordeste da Argentina (255 mil km²), noroeste do Uruguai (58 500 km²) e sudeste do Paraguai (58 500 km²), nas bacias do rio Paraná e do Chaco-Paraná.
No Brasil, o aqüífero integra o território de oito estados, sendo Mato Grosso do Sul (213 200 km²), Rio Grande do Sul (157 600 km²), São Paulo (155 800 km²), Paraná (131 300 km²), Goiás (55 000 km²), Minas Gerais (51 300 km²), Santa Catarina (49 200 km²), Mato Grosso (26 400 km²).
O aqüífero possui um volume de aproximadamente 55 mil km³ e profundidade máxima por volta de 1 800 metros, com uma capacidade de recarregamento de aproximadamente 166 km³ ao ano por precipitação. É dito que esta vasta reserva subterrânea pode fornecer água potável ao mundo por duzentos anos.
Há até pessoas que acham que a presença do EUA na região da tríplice aliança, com o acordo com o Paraguai e estabelecimento de base militar, se deve ao aqüífero, pois se prevê falta de água potável no mundo no futuro.
aquifero-guarani.JPG

Água, um produto muito nobre e caro

A água é um dos produtos dos mais nobres e está cada vez mais escasso. Quando não tratada ou contaminada gera muitas doenças.
Uma grande luta já está sendo travada para preservação e economia deste tão nobre produto. Muitos municípios já possuem legislação que trata desse assunto, obrigando projetos que armazenem as águas das chuvas ou outras medidas.
Os custos para seu tratamento são caros e embora em sua maioria subsidiados pelo poder público ainda pesam muito em nossos orçamentos. Em condomínios prediais todo cuidado deve ser tomado. Deve-se estar atento aos vazamentos e desperdícios. No edifício onde resido foi tomada uma atitude tempos atrás que resultou em metade dos gastos com a água. Foram trocados os dois vasos sanitários de todos os apartamentos por outros mais modernos, que além de serem mais eficientes, bastando uma só descarga por vez, usam metade da água que os antigos.
Esse produto ainda vai valer como ouro !!!