Category Archives: Atualidade

Spa para sesta nas cidades brasileiras

A sesta, que é o ato de dormir alguns minutos após o almoço, é muito praticada em alguns países, principalmente na Europa.

Alguns especialistas dizem que esta prática é muito bom para a saúde, ajuda no rendimento do trabalho, aumenta a inteligência e até para o coração faz muito bem.

Mas no corre – corre da atividade moderna, que nem mesmo tempo para almoçar se consegue, fica quase impossível esta prática. Como fazer se a pessoa trabalha na cidade e tem que almoçar perto do trabalho, sem poder ir para casa neste horário?

No Brasil não se tem o costume de sestear, porém algumas empresas dispõem de salas especiais para seus funcionários descansarem e se descontraírem após o almoço, com televisões e jogos. Algumas já estão dispondo também de salas especiais para aqueles que querem fazer a sesta, com poltronas reclináveis e luminosidade adequada.

Mas como fazer se não se dispõe de ambiente especial para isso no próprio local de trabalho? Em alguns países já se criaram uma espécie de spás, como é o caso de Londres e Nova York, onde se alugam por hora ou minutos lugares em salas especialmente preparadas para isso, com sons de cachoeiras, pássaros cantando e até músicas clássicas, para se tirar uma breve soneca após o almoço.

Dizem que aqui no Brasil está se copiando esta idéia e em alguns grandes centros, como o Rio de Janeiro, já existem estes spás, onde a um custo inferior a R$ 20,00 por hora a pessoa pode fazer sua sesta.

Assim como as lan houses, onde as pessoas podem acessar um computador e a internet, certamente em breve encontraremos estes locais de repousos em qualquer cidade brasileira, para poder tirar uma soneca após o almoço e desta forma enfrentar com mais disposição o restante do dia.

Celular com tradução de idiomas

A tecnologia anda a ritmo acelerado mesmo. Quando pensamos que não haverá mais novidades, somos logo surpreendidos.

A área dos eletrônicos é onde mais tem aparecido as inovações, principalmente em se tratando de comunicações. Desde quando apareceu a telefonia celular não pararam as surpresa. A concorrência neste setor tem puxado os avanços.

Não demorou muito para que se juntassem as áreas de telefonia e da informática nos aparelhos celulares. Hoje parece que já é uma tecnologia consolidada. Aparelhos cada vez menores e mais leves, além de mais completos e unificadores, fazem quase tudo.

Mas sempre surgem inovações, quando pensamos que não haverá mais nada.
Agora uma fabricante da área apresentou um aparelho de celular com um software que faz a tradução de um idioma para outro. A pessoa fala em um idioma e a ouvinte ouve no outro. Basta clicar uma tecla para se traduzir no idioma desejado.

Isto é incrível! Se nos tempos antigos já houvesse essa tecnologia, não teria havido aquela confusão da torre de Babel!
Ainda vou ver muita coisa, antes de partir.

Máquina para lavar cachorro

Era só o que faltava! Uma máquina para lavar cachorro.
Pois agora não falta mais. Criaram no Japão uma maquia de lavar cachorro.
Essa reportagem na TV esta semana, que a princípio pareceu uma brincadeira, é a mais pura verdade.
Ela se parece com uma máquina de lavar roupas, onde se coloca o cachorro dentro e após alguns minutos ele sai de lá limpo e cheiroso.
Certamente tem muita madame que gostou da invenção.

Aparelho para cego conseguir enxergar

O homem é realmente incrível. Está sempre surpreendendo e enganando a própria natureza com suas invenções. Há muitos anos atrás desenvolveu aparelhos para poder enxerga mais longe, como as lunetas e telescópios, que levaram às grandes descobertas do nosso universo ou para poder enxergar coisas muito pequenas, como os microscópios, que também levaram às grandes descobertas principalmente na área da medicina.

Também inventaram os óculos, suprindo as deficiências da visão, depois as lentes de contatos, substituindo os óculos, para quem não quer modificar a sua fisionomia.

Aparelhos para recuperar ou melhorar a audição também foram inventados.
Agora novamente uma nova invenção está sendo noticiada, que promete dar a visão aos cegos. Trata-se de um aparelho, que se parece com um pirulito, que contém vários sensores. Este aparelho recebe de uma câmara, instalada em uma espécie de óculos, as imagens, que são convertidas e transmitidas por fios, em forma de pulsos elétricos, até aquele “pirulito”, que colocado na língua esta consegue transmitir para o cérebro e decifrar as imagens.

Isto está sendo testado nos EUA em um soldado que perdeu a visão pela explosão de uma granada na guerra do Iraque.

Isto será incrível. A língua substituindo os olhos!

Fitas VHS, DVD e BLUE RAY

Quando apareceram no mercado, os primeiros filmes em fitas VHS provocaram uma verdadeira revolução na indústria cinematográfica.

As salas de cinemas quase se extinguiram, pois se deslocar nesse caótico trânsito das grandes cidades, dificuldades e custos para se estacionar o veículo e outras dificuldades, além do custo com os ingressos, afastaram o público destas salas,depois que apareceram os filmes nas fitas VHS.

Surgiram com grande sucesso em todas as cidades as casas “vídeo locadoras”. Ficou muito mais barato e mais cômodo se alugar várias fitas, com os gêneros de filmes da preferência e levar para casa, onde pode ser visto por várias pessoas e no conforto de casa, na hora que se desejar, com a economia dos ingressos, saindo das dificuldades e gastos de deslocamentos para ir até uma sala de exibição.

O mercado de eletrodomésticos também faturou bastante, vendendo os aparelhos para serem usados na projeção dessas fitas, que também passaram a ser usadas para gravações de cerimônias familiares, como batizados, aniversários, casamentos e outras filmagens caseiras.

Vieram em seguida e de forma arrasadora os discos DVD, com mais definição das imagens e melhor qualidade de som, provocando novamente uma nova onda de consumo, fazendo que as casas de locações das fitas VHS, as “vídeo locadoras”, se adaptassem rapidamente ou fechassem seus estabelecimentos.

Grandes prejuízos tiveram essas casas, ficando com as antigas fitas de VHS como um “mico”, que ninguém mais queria locar. Hoje em dia nem se consegue mais achar um filme em fita VHS e quem possui um aparelho de vídeo para essas fitas é que ficou com o “mico” na mão.

Os viciados em assistir filmes em casa tiveram então que se adaptar aos novos tempos, adquirindo um novo aparelho, agora para usar com o DVD.

A indústria cinematográfica também teve que se adaptar e passou a publicar os filmes em fitas, agora em DVD, cada vez mais cedo, ficando pouco tempo de exibição nas salas de cinemas até os grandes lançamentos.

Uma nova onda já está provocando mudanças e em breve até o DVD será obsoleto e os nossos aparelhos também. Já está no mercado a nova tecnologia e ganhando muita força, chamada “ BLUE RAY”.

Ela segue no mesmo sentido do DVD, é um disco óptico, com leitura por um raio azul, por isso chamado de Blue Ray. Essa nova tecnologia apresenta um vídeo de alta definição e armazenamento de dados de alta densidade, podendo conter em um único disco muitas horas de gravação.
Porém essa tecnologia implica em aparelhos especiais, que nos levará aos novos investimentos.

Transmissão em 3 D na TV

Após o grande sucesso dos filmes em terceira dimensão nos cinemas, notadamente o filme AVATAR, líder de bilheteria e ganhador de várias estatuetas no OSCAR 2010, a nova febre chegou agora também à televisão.
A grande competição da fórmula INDY, realizada no domingo dia 14.03.2010 em São Paulo-Brasil, foi transmitida em 3D pela rede Bandeirantes.
Acho que daqui para frente essa tecnologia invadirá a televisão brasileira e teremos em breve as outras emissoras também fazendo transmissões em 3D de filmes e até de sua programação normal.
Quando pensamos que não há mais o que inovar, vem uma tecnologia nova que obriga a todos se reequipar, sucateando todos os aparelhos que temos em casa.
E assim caminha a humanidade!

Algumas dicas para conseguir um emprego

Em época de grande crise e a mídia “bombando” em todo momento notícias de demissões em massa, torna-se preocupante e mais difícil uma colocação no mercado de trabalho. Quem já tem alguma experiência também não está encontrando facilidade, pois igual e até melhor que ele tem muitos, vindos da grande massa de demitidos. Os que vão entrar no mercado de trabalho podem encontrar ainda maiores dificuldades.
Como conseguir então um emprego? Realmente os dias de hoje estão muito mais complicados que um passado bem recente. Qualquer que seja o emprego hoje em dia, exige-se alguma qualificação e um diferencial e isso só é possível se o candidato tiver um mínimo de escolaridade necessária para a vaga em questão.
Até para porteiro de condomínio ou empregada doméstica já está se exigindo pelo menos o ensino fundamental e algum conhecimento de informática. Além do ensino com as disciplinas normais, hoje em dia há o analfabeto digital, que o mercado de trabalho também está rejeitando.

Só espalhar um monte de currículos por todos os lados não basta. A pessoa deve ao longo de sua vida profissional não se descuidar dos contatos com outros colegas relacionados com sua formação e aptidões e sempre estar se reciclando e se atualizando. No mundo corporativo globalizado dos dias atuais é imperioso o conhecimento de pelo menos uma segunda língua. O trabalho em equipe é moda e o relacionamento é tudo para que isso seja possível. Uma pessoa muito fechada, egoísta, que se isola, não consegue espaço hoje em dia nas empresas. Há de se ter relacionamento até nas atividades fora do serviço, como festas, esportes, encontros e outras.

Por ocasião de uma entrevista o candidato deve demonstrar identificação com a empresa e grande interesse pela vaga. Salientar suas virtudes e aptidões relacionadas com as atividades a serem desenvolvidas naquele cargo. Deve demonstrar sua facilidade de integração com os outros componentes da corporação, para somar esforços em prol do objetivo comum. Mostrar-se responsável e ir para a entrevista trajando-se adequadamente e condizente com a vaga e o cargo ofertado é fundamental.
O candidato a uma vaga deve estar informado da faixa de salário do mercado na região, para não exigir o que não se paga e desta forma jogar fora a chance de entrar na organização, onde poderá mostrar seu potencial e futuramente alcançar seus objetivos.

Hoje em dia não basta pegar um diploma e sair por aí achando que vai conseguir uma colocação com facilidade. Durante seus anos de estudos é uma época adequada para fazer variados estágios e dessa forma se tornar mais versátil e experiente. Normalmente as empresas recrutam um ex-estagiário, que já está treinado e integrado com os demais componentes da equipe, bem como familiarizado com os problemas da empresa.

Enfim, os dias atuais se tornaram bem mais competitivos e a pessoa comodista vai ficar de fora mesmo!

Ônibus sem motorista – invenção dos portugueses

Uma reportagem em uma emissora de TV me chamou a atenção esses dias. Os pesquisadores portugueses da faculdade de Coimbra desenvolveram um ônibus para uso urbano, que entrará em circulação em breve, que não necessita de motorista.

Sensores instalados nas ruas da cidade e um sistema computadorizado, com programação instalado no veículo, conduz o mesmo e faz todas as operações que substituem o motorista.

Isto é incrível e não é mais uma piada inventada por brasileiros sobre os nossos irmãos portugueses.

Cientistas descobrem um produto que funciona como osso injetável

A medicina talvez seja o setor que mais tem surpreendido o mundo com descobertas nos últimos anos. Quase todos os dias temos notícias de uma nova descoberta.
Agora pesquisadores da Grã Bretanha dizem ter desenvolvido uma substância com textura de um creme dental que forma uma espécie de “molde” biodegradável ao redor do qual o tecido ósseo cresce e se recompõe.
Agora vão testar o produto em seres humanos e prometem em breve a liberação para o uso. Essa técnica poderá substituir os chamados enxertos, inclusive com metais, que muitas vezes ocorre a rejeição.

A falta de confiança agrava a crise?

Estamos cansados de ouvir que devemos ter pensamentos positivos e confiança, para que algo dê certo. É o que vemos nos atuais momentos da crise mundial. É um processo em cadeia, tipo efeito dominó.
As pessoas desempregadas não gastam porque não sabem quanto tempo vão suportar sem emprego e os que estão trabalhando também seguram suas economias por falta de confiança, pois não sabem por quanto tempo vão ficar empregadas.
E assim a crise se agrava. Em uma economia em alta as pessoas se arriscam mais, adquirem bens, assumindo dívidas, pois sabem que,se ficarem desempregadas, facilmente encontrarão outra ocupação e poderão honrar seus compromissos sem problemas. Isso faz com que todo o conjunto da economia cresça e mais pessoas tenham seus ganhos garantidos, que também vão consumir mais e sem medo.
Então entendemos que a crise tem alma. Algo que não apalpamos, mas tem existência. A reversão desse quadro só será possível à medida que a população readquirir a confiança no mercado. Isso poderá levar alguns anos.