Category Archives: Brindes

Como comprar um presente certo

Como é difícil comprar um presente!

Normalmente nos acostumamos a presentear crianças em seus aniversários. Isto até que é fácil, pois basta sabermos o sexo e a idade da criança e ir até uma loja de brinquedos.

Mas a coisa começa a se complicar quando vamos presentear um adolescente, que brinquedo simples já está fora de cogitação.

Principalmente nos dias de hoje, que a avalanche eletrônica tomou conta desta idade. Presentes eletrônicos são caros e quase sempre eles já os possuem. Roupas não são muito bem aceitas. Perfume é complicado e quase sempre erramos o gosto da pessoa. Jóias pode ser uma grande saída, porém não são baratas também.

A ocasião também é determinante para a escolha do presente, pois pode ser aniversário, casamento, festas como natal, final de ano, páscoa ou uma ocasião qualquer, bem como o grau de relacionamento que temos com a pessoa. Se o presente é para homem ou mulher, se é parente, namorada, namorado, amigo ou simplesmente um colega de escola ou trabalho.

Essa aflição tomou conta de mim recentemente. Que presente escolher para as bodas de ouro de um casal de amigos meus? Trata-se de um casal realizado, que têm tudo de que necessita e são de poucas vaidades. Até agora estou pensando nessa saída.

Jóia é um bom presente de natal para as adolescentes

Presentear pode não ser tão simples assim, principalmente adolescentes, que já sabem o que querem e não é qualquer coisa que os satisfaz. Se for menina é mais complicado ainda.
Já enfrentei muitas dificuldades com isso, mas também já aprendi a lição. A dificuldade foi até quando me ensinaram que para menina adolescente jóias são sempre bons presentes. Por mais que elas possuam, uma nova sempre faz a diferença.
Perfumes somente se conhecermos bem a pessoa, caso contrário o investimento pode não resultar em nada ou até no lixo.
Mas com essa crise somente começando, muitos vão ganhar caixinhas de bom-bons ou nada.

Você acredita nas promoções de lojas e supermercados em datas especiais?

É comum em datas especiais, como dia das mães, dia dos pais, páscoa, natal e outras as lojas e supermercados fazerem suas promoções especiais. Valores em compras, prêmios especiais e até carros são anunciados.
Atingido certo valor de compras o cliente preenche um cupom que será sorteado posteriormente.
Já preenchi muitos destes cupons e nunca ganhei nada e nem tomei conhecimento de algum amigo ganhador. Será uma fraude?
Você acredita nestas promoções?

Natal e os presentes

É tradição em todo o mundo presentear parentes e amigos na data de natal. Mas como começou tudo isso? Dizem que começou com os reis magos, que foram visitar Jesus quando nasceu e O presentearam.
Se foi assim que começou ou não, a verdade é que o comércio não perde oportunidade. Qualquer data que se possa aproveitar para aumentar as vendas é bem vinda. Dia dos pais, dia das mães, dia das crianças, dia das sogras, dia das bruxas, dia dos cachorrinhos, dia disso e dia daquilo.
O que se vê na mídia também é uma verdadeira guerra entre os vários segmentos do comércio para caracterizar quais são os melhores presentes. Um tenta descaracterizar o outro, dizendo que não se presenteia mãe com panelas, nem pais com roupas, nem namoradas com perfumes e isso e aquilo. Quando não se consegue enaltecer o seu, tenta-se desmerecer o outro.
Há alguns anos atrás entrou na moda os brinquedos eletrônicos, depois os aparelhos celulares. Nesse natal qual será a moda?

Presentes, decorações, músicas. O bem que o natal nos faz

O natal está chegando e ressurge no espírito de todos aqueles tempos e a inocência da infância. Talvez seja por isso que o tempo de natal é tão encantador e até místico, porque traz junto a pureza das crianças.
As decorações, as músicas por todos os lados, o desprendimento das pessoas quando gastam suas economias para presentear os outros.
Por mais pobre que seja a pessoa, ela sempre dá um jeitinho de presentear as pessoas que ela gosta, mesmo que seja com alguma coisa que ela própria fez, pois é a intenção de compartilhar aqueles momentos, manifestada por esse ato, que importa mais.
Esperamos que o natal deste ano de 2008 sirva para reparar o estrago, que a ganância de poucos causou no mundo todo e em especial a nós brasileiros.

Você sabe escolher um presente de casamento?

Parece fácil, mas escolher um presente de casamento não é tarefa das melhores. Se os noivos não são tão íntimos podemos até ter mais facilidade, escolhendo alguma coisa convencional.
Mas se são pessoas muito próximas, por um lado podemos conhecer melhor o casal e isso torna a escolha mais acertada, mas por outro lado pode nos restringir e até nos constranger, se nossas finanças não estiverem à altura da exigência dos noivos.
Algumas lojas criaram uma maneira de facilitar as coisas e até evitar a repetição, criando as tais “listas”, mas também acabaram criando um problema, pois à medida que os itens vão sendo eliminados vai deixando os presenteadores com a escolha mais restrita e muitas vezes não cabendo mais no bolso dos retardatários, uma vez que os primeiros já escolheram tudo o que era de menor valor.
Muitos optam por presentes diferenciados como diárias de hotéis em lugares famosos e até passagens aéreas, para a lua de mel do casal ou até mesmo o fazem em dinheiro.
Em casamentos do interior, há mais de quarenta anos atrás, nos quais fui a muitos, naquelas épocas eram novidades e se valorizavam os presentes de panelas de pressões e panelas esmaltadas, depois vieram as de “teflon”, mas se via muitos presentearem com pinicos, tão normais naquelas épocas nas casas do interior.

Natal 2008. Crise financeira internacional aumenta e as vendas devem cair

A crise financeira internacional jogou um balde de água fria nas perspectivas de vendas do próximo natal. O comércio está descontente, pois projetava vendas para este ano bem superiores às do ano passado, mas com a crise já assumida até pelo Lula já estão revendo esses números.
Muitos lojistas não têm mais como voltar atrás, pois já fizeram seus pedidos e já estão recebendo até as faturas. Nesse caso é torcer pelo menos para não ficar com o prejuízo.
Vai ter muito papai Noel com o saco vazio e muita gente com o saco cheio!

Brindes diversos : bonés, camisetas, chaveiros, réguas, etc

As campanhas políticas movimentam a economia de produtos para brindes. Camisetas com os nomes dos candidatos eram vistas por trabalhadores em todos os lugares. Bonés também eram muito usados, bem como os chaveirinhos, réguas, marcadores de textos e outros. Todos os tipos de brindes eram imaginados. Agora os tribunais eleitorais têm proibido tudo isso.
As gráficas trabalhavam como nunca, mas muitas amargavam prejuízos irrecuperáveis, pois ficavam só com as promessas dos candidatos, que não conseguiam se eleger. Os que conseguem, até hoje, procuram pagar suas dívidas com trambiques e desvios de dinheiro público no meio político.
Um dia os brasileiros atingirão um grau de cultura suficiente para banir essas pessoas da vida pública, pois tudo isso somos nós mesmos que pagamos, mas o retorno é só para eles.