Category Archives: Carro hibrido

O comércio de carros usados

Em épocas de poucos empregos o comércio informal se proliferou. Camelôs surgiram por todos os lados e em todas as cidades.
Com produtos trazidos de contrabandos do Paraguai nem se fala. Foram um tanto prejudicados com as lojas chamadas 1,99, que se especializaram em vender produtos chineses, trazidos em grandes carregamentos em conteiners e muitas das vezes de contrabandos em grande escala, como muito se tem noticiado.
Mas bem antes disso tudo, um comércio que ainda até hoje existe é o do comércio de carros usados. Lojas especializadas surgiram, mas existem os chamados “picaretas”, que trabalham nas ruas e sem endereço ou qualquer referência.
Há os picaretas que vendem carros usados em cidades do interior, trazidos de outras cidades, para serem vendidos para o pessoal que trabalha na lavoura, que pouco conhecem ou que pouco tempo e condições têm para procurar um veículo. Esses normalmente são os malandros, que vendem carros com problemas e desaparecem. Algumas vezes até carros roubados, com chassi adulterado ou com documentação com problemas.
Muitos compram carros sinistrados em leilões só para ter a documentação, depois roubam carros semelhantes, adulteram o chassi e vendem como se o carro sinistrado tivesse sido reformado.
Todo cuidado é pouco quando se vai adquirir um carro usado.

Salão de Automóveis de Paris 2008 em sua 77.ª edição

Abriu para a imprensa nesta quinta-feira, dia 02.10.2008, a 77.ª edição do Salão de Automóveis de Paris e para o público em geral ficará aberto do dia 04 até o dia 19 de outubro. Este ano, reunirá mais de 300 fabricantes de 23 países diferentes.
O Salão de Paris, cujo nome original é Mondial de l’Automobile, é um dos mais antigos do mundo, tendo sua primeira edição ocorrido em 1898.
O Salão de Automóveis de Paris atualmente é bienal, ocorrendo nos anos pares, fazendo revezamento com o Salão de Frankfurt da Alemanha, que ocorre nos anos ímpares.
As principais montadoras do mundo se farão presentes a esse evento, apresentando seus novos modelos, que prometem dar continuidade
ao debate iniciado no último Salão de Frankfurt em torno de fontes alternativas de energia para os automóveis, substituindo as de origens fósseis.

Carros importados – símbolos de poder e luxo no Brasil

O Alfa Romeo já foi o carro de luxo preferido pela maioria dos europeus há alguns anos atrás, porém ultimamente vem perdendo espaço para a BMW e Audi.
A Alfa Romeo lançou, em Milão, na Itália, um compacto de três portas batizado de MiTo, que deve chegar ao mercado italiano em julho de 2008 a um custo em torno de 16 mil euros. Com ele a empresa italiana quer atrair moto os jovens.
A marca participa com de menos de 1% no mercado da Europa Ocidental, contra mais de 4% de suas concorrentes.
No Brasil a marca já foi o símbolo de poder e luxo de uma minoria, quando carro importado era só para quem realmente podia.
alfa-romeo-mito.JPG

Os carros menos poluentes do mundo

Foi publicado em junho deste ano no site webmotors a lista dos 10 carros considerados menos poluentes do mundo. Entre eles não consta nenhum à gasolina. São todos a diesel.
Os dados utilizados foram extraídos do programa EnergieSchweiz, feito em parceria entre o governo suíço e o Touring Club Suisse, o TCS, que tabula os dados e confere aos automóveis etiquetas de eficiência energética. Eles se referem ao consumo obtido em ciclo misto (média do urbano e do rodoviário). O parâmetro utilizado foi a quantidade de gás carbônico emitido por km rodado.
Posição – Modelo – Consumo (km/l) – Emissões
1 – smart fortwo cdi – 29,41 – 90 g CO2/km.
2 – VW Polo 1.4 TDI BlueMotion – 25,64- 102 g CO2/km.
3 – Toyota Aygo 1.4 D/Citroën C1 1.4 Hdi/Peugeot 107 1.4 HDI – 24,39 – 109 g CO2/km.
6 – Citroën C2 1.4 Hdi – 23,26 – 113 g CO2/km.
7 – Fiat Panda 1.3 JTD – 23,26 – 113 g CO2/km.
8 – Citroën C3 1.4 Hdi – 22,73 – 115 g CO2/km.
9 – Kia Picanto 1.1 CRDi – 22,73 – 116 g CO2/km.
10 – Ford Fiesta 1.6 TDCi S/ Peugeot 206 1.4 HDI – 22,73 – 116 g CO2/km.
OBS. : Empate na terceira posição.

Feirão de automóveis

Com a facilidade para se adquirir um carro novo, muitos brasileiros trocaram seu usado por um novo. Isso colocou no mercado muitos veículos usados à venda. Por todos os lados que se passa nas cidades se observa pátios cheios de carros usados à venda.
Surgiram também os chamados feirões de final de semana, onde se reúnem os vendedores tradicionais e também aqueles não constituídos, chamados “picaretas”, que ganham alguma comissão para revender carros de terceiros.
Muito cuidado se deve ter ao adquirir um veículo nestes feirões, pois nem sempre o mesmo está com a mecânica em bom estado e, não raro, pode se tratar de bem furtado.

Carros menores e mais econômicos, uma tendência mundial

A tendência mundial na indústria automobilística tem sido pela fabricação de carros cada vez menores, compactos, mais econômicos e principalmente com combustíveis alternativos e menos poluentes.
Devido essa mudança rápida, a GM tem tido grandes prejuízos nos últimos anos e vem sofrendo o poder da concorrência, que a levou a tomar a decisão de fechar quatro grandes fábricas, nos EUA, Canadá e México nesse ano de 2008.
A tecnologia avança a passos acelerados e quem não entrar no ritmo ficará para traz.

Carros movidos a GNV, uma boa opção e menos poluição

Quando começou no Brasil o uso do gás natural como combustível para veículos, o governo promoveu alguns incentivos e muita campanha foi feita, porém o nosso principal fornecedor, a Bolívia, nos surpreendeu. O governo brasileiro deixou então de incentivar esse programa e concentrou os esforços nos programas de biodiesel e etanol.
Hoje mais de 70% dos veículos vendidos no Brasil são do tipo flex, usando gasolina e álcool, conforme a conveniência. Isso evita o problema de anos anteriores, quando se iniciaram os carros a álcool, que os proprietários ficaram no prejuízo, quando por problemas de safras e o preço do açúcar no exterior levou à falta do combustível aqui.
Esta semana está ocorrendo no Rio de Janeiro, pela primeira vez no Brasil, o 11.º Congresso Internacional de GNV. Nesta terça-feira
( 03.06.2008 ) o presidente da Associação Internacional de Veículos a Gás Natural (IANGV, na sigla em inglês), John Lyon, afirmou neste congresso que as estimativas são que até 2020 em torno de 80% da frota mundial de automóveis, equivalente a 65 milhões de veículos, serão movidos a gás natural veicular (GNV).

Ainda neste congresso o presidente da Bahiagás, Davidson de Magalhães Santos, estimou que o mercado de GNV deve ultrapassar o volume de consumo de 131 milhões de metros cúbicos por dia em 2012 e que a oferta de gás natural nos próximos anos deve ser mais do que suficiente para atender à crescente demanda local. Segundo Davidson, o gás representa hoje 9,2% da matriz energética brasileira, contra 0,3% em 1970.

Os carros atuais são menores e gastam menos

Os carros do passado eram grandes, pesados e gastavam muito. Ainda hoje em dia os norte americanos gostam de carros assim. Mas devido a escassez e os altos preços dos combustíveis, tendo como aliado a grande pressão mundial para diminuir a poluição e a emissão de gases poluentes, a tendência atual é cada vez mais a fabricação de carros menores, mais compactos, mais leves e que gastem menos.
Essa tendência também ganha força porque a maioria dos veículos atualmente são para uso urbano, para a utilização de poucas pessoas e quase nenhuma carga, onde o trânsito é cada vez mais congestionado e com pouco espaço para estacionamentos.
Mas quem propagou essa tendência pelo mundo foram os fabricantes orientais, coreanos e japoneses principalmente, que agora concorrem fortemente com as marcas americanas, até mesmo dentro dos EUA.

Sandero, o novo modelo da Renault já alcançou a 10.ª colocação de vendas no Brasil

O modelo Sandero é o primeiro veículo desenvolvido no Centro de Engenharia da marca RENAUT, em São José dos Pinhais, no Paraná e já disputa um lugar no top 10 brasileiro. Desde que se instalou no Brasil, em 1998, jamais um carro da Renault havia ido tão longe no ranking nacional.
Em maio deste ano de 2008, fechou a primeira quinzena em 10º lugar no ranking de vendas de carros no Brasil e deixou para trás Ford Fiesta hatch, Chevrolet Prisma e Peugeot 206.
renaut-sandero.JPG

Nova FERRARI. Quem não quer ter um carro destes?

A Ferrari divulgou o seu último lançamento, o modelo Califórnia conversível.
Equipado com um motor V8 de 460 cavalos e faz de 0 a 100 km/h em cerca de 4 s, com embreagem dupla e 7 marchas. Conversível, com a capota que fecha em 14 s.
Quem não gostaria ter um destes ?
ferrari-modelo-california.JPG