Category Archives: Comunicação.

Teremos a internet sem fio nos aeroportos do Brasi

A tecnologia caminha num ritmo super acelerado e quem não acompanhar vai perecer no caminho. A comunicação é fundamental nos negócios atuais e telefone já não resolve muito. É necessário transmitir dados. Aí entra a internet como a salvadora da situação.
É normal se ver executivos nos aeroportos com sua maleta de notebook, levando seu escritório portátil. Mas não basta o computador, é necessário uma linha telefônica para a conexão. Agora já temos a condição do acesso por outros meios. É a internet sem fio.
O governo brasileiro anunciou esta semana que vai implantar nos nossos principais aeroportos esse meio de acesso à internet. Isto vai facilitar a vida destes executivos, que agora poderão ser vistos sentados nos aeroportos e trabalhando, fazendo contato com o mundo todo, com seus modernos notebooks, que agora já estão sendo chamados de “Netbooks”.

Você sabe qual a diferença entre Notebook e Netbook?

Quando surgiram os primeiros computadores portáteis, chamados de “notebooks”, foi um grande espanto. Quem os possuía fazia inveja a todos. A pessoa levava junto com ela uma montanha de informações. Andava com o escritório debaixo do braço.
Mas esse escritório sofreu grande avanço nos últimos três anos, não só diminuiu muito de tamanho, como aumentou muito sua capacidade de memória e incorporou muitas outras funções, como acesso a internet sem fio, a recepção Wi-Fi. Isso está sendo chamado de “Netbook”.

Call Centers – um desrespeito ao cidadão brasileiro

Depois que criaram os tais Call Centers a vida do cidadão brasileiro ficou bem pior. Certos serviços são empurrados sem que a pessoa tenha concordado com ele. Basta uma ligação telefônica e as empresas já dizem que você concordou com a proposta e se você não ficar atento já aparece na próxima fatura.
Mas para cancelarmos um serviço ou fazermos alguma reclamação aí é bem diferente. Deixam-nos muitos minutos na espera e na maioria das vezes o problema não é resolvido. Tal dificuldade não é a toa.
Após muito clamor da população, o governo tomou uma atitude. No dia 1.º de dezembro deste ano de 2008 entra em vigor o decreto nº 6.523 de 31 de julho de 2008, que estabelece normas para estes serviços. Uma portaria assinada nesta segunda-feira, 13.10.2008, pelo ministro da Justiça Tarso Genro complementa o decreto, ao fixar o tempo de espera. As empresas que descumprirem a nova regulamentação estarão sujeitas a multas de R$ 200 a R$ 3 milhões, conforme prevê o código de Defesa do Consumidor. Os valores são determinados de acordo com a gravidade da infração e a condição econômica da empresa, entre outros fatores.
Agora a portaria estabelece o tempo máximo de um minuto para o contato direto do consumidor com o atendente nos serviços de call centers. O prazo conta a partir do momento em que o consumidor seleciona a opção “falar com atendente” no menu eletrônico.
Para bancos e empresas de cartão de crédito, o limite de tempo para atendimento é de 45 segundos, com exceção de segundas-feiras, 5º dia útil do mês e no dia que antecede e no que sucede um feriado, quando a demanda é maior.
Outras medidas são estabelecidas pela portaria. Esperamos que isso venha a resolver parte dos problemas do cidadão, que está muito indefeso perante o poder econômico estabelecido no Brasil depois do tal neoliberalismo do Sr. Fernando Henrique Cardoso, endossado e ampliado pelo Sr. Luiz Inácio Lula da Silva.

O telefone público entrou em desuso?

Com a popularização do telefone celular, o telefone público ficou relegado pela população. Qualquer um tem um celular no bolso hoje em dia. Todos preferem a comodidade de não ter que enfrentar filas ou ter que percorrer grandes distâncias até encontrar um telefone público que funcione, pois a maioria deles se encontram depredados pelos atos de vândalos sem o mínimo de educação.
Só que aos poucos a população está voltando a utilizá-los. O uso do celular, que no início parecia ser acessível pelo barateamento do valor dos aparelhos, agora já está afastando os usuários pelo alto valor das tarifas. Qualquer ligação de pouquíssimo tempo não fica por menos que R$ 3,00.
Estatísticas demonstram que aumentaram consideravelmente as vendas de cartões de telefones públicos e os celulares estão sendo mais utilizados para receber ligações somente.

Computador, telefone celular, internet, outras tecnologias fizeram o executivo moderno

A tecnologia avançou muito nos últimos anos, principalmente a de equipamentos digitais. A começar pelas máquinas fotográficas, filmadoras, aparelhos celulares, computadores e outros.
Hoje em dia, com toda essa tecnologia ficou mais fácil até para a profissão de repórter, que pode enviar textos e imagens em tempo real ou até como têm feito muitos veículos de comunicações, que fazem de qualquer cidadão um repórter, pois quase todos têm no bolso um destes aparelhos e pode contribuir com as reportagens.
Com o executivo não é diferente. Antigamente ficava-se no escritório e no máximo se tinha um aparelho de telefone fixo. Depois veio o telex e o fax, posteriormente o computador e a internet. Mas tudo isso ainda não segurou o homem de negócios trancado a quatro paredes e esperando pelas oportunidades chegarem até ele. Os dias atuais obrigaram o escritório acompanhar o executivo e quem ficar parado está fadado à falência.
A tecnologia que obrigou o executivo a sair do escritório ou o executivo moderno que puxou a tecnologia? Parece a história do ovo e da galinha. Mas a verdade é que atualmente o executivo tem escritório itinerante. Onde ele estiver está trabalhando igualmente, tomando decisões e as transmitindo pelos diversos meios de comunicações. Até de dentro de avião já é possível em muitos lugares do mundo se trabalhar como se estivesse em seu escritório na sede da empresa.
Em matéria de vendas isso é mais notório. Para se encontrar um vendedor hoje em dia é só através de telefone celular. Com computadores portáteis eles transmitem os pedidos diretamente para suas centrais de vendas, que podem também e simultaneamente serem transmitidos para outros departamentos da empresa, como por exemplo para o setor de produção, que inclui na sua programação, que também pode ter programas especiais que acionam o departamento de compras, para prever e fazer os pedidos de componentes necessários para aquela produção. O setor financeiro também é acionado e pode controlar melhor o fluxo de caixa, tanto da arrecadação quanto das previsões de gastos.
É uma corrente e quem a possui anda mais depressa e engole o concorrente. Como existe o ditado “você tem que almoçar o concorrente antes que ele o jante”.
Por outro lado essas tecnologias todas tem rapidamente criado uma legião de novos analfabetos, os que não sabem

A internet como meio de entrada no mercado dos novos artistas

                          Entrar no mercado e se tornar conhecido realmente nunca foi tarefa fácil. Isto vale para todas as profissões. Pior ainda é para artistas, como músicos, cantores e escritores. Gravadoras e  editoras possuem verdadeiros impérios logísticos, que podem fabricar ou ignorar um artista.     Tudo é feito visando o lado comercial e na maioria dos casos pouco interessa a qualidade do trabalho, basta existir comércio para ele. Vendem até “m” enlatada, se tiver alguém que a compre.       Então como um artista pode entrar no mercado e se tornar conhecido?  Atualmente a internet tem sido a grande saída para estes profissionais. Após se tornarem conhecidos através desse meio, grandes editoras e gravadoras se interessam pelos trabalhos deles e aí sim podem até se consolidar no mercado.

Qual a energia gasta com os atuais equipamentos eletrônicos?

Muito se fala sobre o crescente uso de aparelhos eletrônicos e a facilidade em adquiri-los. Pouco se pensa no aumento de gastos com energia elétrica que isso está causando.
É evidente que o aumento de vendas de eletrodomésticos tem impacto direto no consumo. Se a oferta de energia não corresponder à altura, a médio prazo poderemos chegar a um apagão.
Acho que deveria ser mais pesquisado o uso de energia solar para transformá-la em eletricidade, com equipamentos a baixo custo e que pudessem ser utilizados nas residências. Isso poderia trazer grandes economias.

A morte dos jornais escritos e dos outros meios convencionais de comunicações

A desenfreada evolução tecnológica tem causado uma verdadeira revolução nos meios de comunicações. Assim como no passado foi a invenção do jornal, rádio, telégrafo, telefone, televisão, telex, fax. Por último surgiu o computador e a internet. Mas não parou aí. Agora se associaram a telefonia e a internet e os meios tradicionais de informações enfrentam séria ameaça de desaparecerem.
O público atual não se contenta mais em ser passivo, em deixar o monopólio da comunicação na responsabilidade de poucas cabeças. Todos querem interagir com a notícia.
A internet propiciou a multiplicação de fontes informativas com os chamados blogs, onde qualquer pessoa pode criar sua fonte de notícias e até ter seu público cativo. Há blogs que se comunicam diariamente com milhares de pessoas.
O público mais jovem, a geração que já nasceu com a internet, não se dispõem a comprar jornal escrito, onde além de gastar tempo e dinheiro para adquiri-lo tem que garimpar em meio a um mar de propagandas e outros assuntos que passam muito longe de seus interesses. É mais prático abrir a tela do computador e buscar o assunto que convém para o momento através da internet. Há também as chamadas comunidades sociais, onde se agrupam interesses e se interagem a distância, podendo até atravessar continentes.
O desenvolvimento da telefonia móvel, agora associada à internet, com aparelhos digitais multifuncionais, capazes de reunir em um só aparelho quase tudo que se possa exigir de uma mídia completa, a pessoa pode interagir com a notícia em qualquer lugar onde esteja.
Estas tecnologias estão fazendo o grande diferencial, que tornam a mídia escrita ultrapassada e insuportável para os dias atuais e praticamente decretando a morte dos meios convencionais de comunicação.
Estes assuntos foram levados à pauta da 64ª Assembléia Geral que a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) realizou em Madri recentemente.

Como anda o funcionamento dos celulares no Brasil?

A maioria dos brasileiros já possui um aparelho de telefone celular. O crescimento das vendas foi assustador nos últimos anos. Mas na verdade ainda estamos longe de ficarmos bem atendidos.
Basta sairmos das grandes cidades e pronto, já ficamos sem comunicação. Mesmo nas grandes cidades, para ligarmos para telefones de outra operadora ou passarmos uma mensagem já precisamos ter muita sorte.
As pessoas que realmente precisam estar ininterruptamente em comunicação, andam com vários aparelhos, um de cada operadora.
As mensagens muitas vezes chegam tarde demais. Você pode receber uma mensagem que a pessoa está muito bem depois que ela já está enterrada.

Os debates eleitorais na TV

Ontem, 31.07.2008, tivemos os primeiros debates na TV entre os principais candidatos a prefeitos de algumas cidades brasileiras, para o pleito de 2008.
Assisti o que foi promovido para a minha cidade de Curitiba no Paraná. Aconteceu o que já era esperado. Foi decepcionante.
Acho que esses debates não ajudam muito o eleitor, pois um bom desempenho em frente às câmaras pode não significar necessariamente um bom desempenho frente à responsabilidade de um cargo, que vai influir na vida de muitos. Temos alguns exemplos disso de campanhas anteriores, onde certos candidatos arrasaram nos debates e nem sequer conseguiram se eleger, pois o povo brasileiro já está aprendendo, depois de muitos maus exemplos dos políticos.
Considero que o melhor mesmo é conceder um espaço na TV, rádio ou outro qualquer, para cada candidato em um dia diferente, onde ele possa ser perguntado sobre temas diversos e de interesse geral, para conhecermos as reais intenções dele e de seu grupo, que pretendem tomar as rédeas das administrações das nossas comunidades.