Category Archives: Dinheiro

Gastos com a copa do mundo e olimpíadas no Brasil.

Já se passou muito tempo desde que o Brasil foi escolhido para sediar a copa do mundo de 2014 e as olimpíadas de 2016.

Muitas obras foram exigidas pelos comitês organizadores destes eventos e nossos governantes se comprometeram a executá-las no tempo hábil.

Porém todos sabem que estas obras já estão atrasadas por diversos motivos e que muitas destas promessas jamais serão cumpridas.

Alguns políticos de oposição até já propuseram que o Brasil desista de sediar tais eventos, alegando que não será possível cumprir com as promessas e porque o retorno de tais investimentos, para a sociedade brasileira, é questionável.

Alguns até dizem que tais atrasos são propositais, para servirem de argumentos de execuções a custos superfaturados e sem os devidos cuidados nos processos licitatórios, que é muito comum por aqui, infelizmente.

Esta cogitação, que muito aflige o povo brasileiro, parece se tornar uma realidade, pois foram aprovadas pela câmara dos deputados em Brasília, neste mês de junho de 2011, algumas medidas propostas pelo governo federal, incluídas malandramente numa medida provisória, que visam manter em segredo as estimativas de custos dos empreendimentos e outras medidas, que restringem a transparência destes gastos.

Todos sabem o resultado desta tragédia anunciada há muito tempo!!!

Tesouros perdidos

Existem muitos tesouros perdidos neste mundo. E há muita gente também que está em busca destes tesouros.
Uns fazem escavações no Egito, em busca de múmias, pirâmides e seus tesouros arqueológicos. Outros vão em busca de embarcações naufragadas ou afundadas em tempos passados, cheias de riquezas, principalmente tiradas das suas colônias, por países europeus.
Mas tem verdadeiros tesouros que não estão tão perdidos assim, mas são difíceis de serem achados e o pior de tudo é que foram acabar em países lá de fora também, em bancos de paraísos fiscais, tirados aqui do Brasil pelos nossos compatriotas, porém não muito patriotas.

As ações da Polícia Federal, que viraram noticiário este mês, ao anunciar as doações de uma grande empreiteira para alguns partidos políticos, também interceptaram gravações telefônicas de um advogado com a família do ex-presidente Jânio Quadros, que buscam localizar uma fortuna, que teria sido depositada pelo ex-presidente em bancos da Suíça.

Isso não será nenhuma surpresa se essa fortuna se confirmar, pois todos sabemos que a maioria dos nossos políticos desviam vultuosos valores de superfaturamentos de obras e propinas, para bancos nos paraísos fiscais. Até hoje se trava uma verdadeira guerra jurídica em relação ao ex-governador de São Paulo, agora novamente deputado, o Sr. Paulo Maluf, em busca de repatriar grandes valores depositados nestes bancos.
Enquanto isso, falta grana para saúde pública, para escolas, para segurança, para tantas outras necessidades dos pobres brasileiros!

Como ganhar dinheiro fácil no Brasil

Todos estão em busca desta receita, mas somente alguns a encontram. A maioria da população deste país tem grande dificuldade para se manter e pagar suas contas.

Então quais são as atividades para se ganhar dinheiro fácil neste país? A maioria das atividades que responde esta pergunta são ilícitas, como tráfico de drogas, contrabandos, assaltos e principalmente a corrupção.

Outras atividades são lícitas, porém revestidas de grandes imoralidades, como os ganhos dos políticos, que montam artimanhas para engordarem seus salários.
Mas aqui no Brasil o que mais rende mesmo é ser dono de banco. Dizem até que a segunda atividade melhor colocada é ser dono de um banco mal administrado e a primeira colocada é ser dono de um banco bem administrado.

As novas regras para câmbio e remessas de dinheiro do exterior

As dificuldades no mercado de trabalho no Brasil nos últimos anos fizeram com que muitos buscassem oportunidades no exterior, principalmente nos EUA. De lá mandam seus rendimentos para o Brasil e aqui seus familiares fazem as aplicações, principalmente em imóveis. Com o dólar valorizado era um grande negócio, mas nos últimos anos não foi tão bom assim, fazendo com que muitos até voltassem para cá sem ver seus sonhos se realizarem.
O grande problema encontrado por essas pessoas é a transferência desses recursos para o Brasil. Também são dificultadas as transferências nos casos de empresas que exportam para outros países.
Atualmente essas transferências são feitas em duas operações de câmbio. Na primeira, a pessoa ou a empresa do exterior troca a moeda do seu país por dólares em uma instituição financeira instalada naquele país. Depois, essa instituição transfere os dólares para o Brasil e aqui eles são recebidos, sendo necessário realizar novo câmbio para transformar o valor em reais. Dessa forma sempre é necessário o uso do dólar na transação.
O governo brasileiro agora modificou o sistema dessas operações. Agora essas transferências poderão ser feitas sem o uso do dólar. A possibilidade de transferir reais do exterior para o Brasil havia sido prevista na Medida Provisória 435, que se transformou na Lei 11.803 e agora foi regulamentada pelo Banco Central, em 16.01.2009, através da circular 3.430.
Operações de até R$ 10 mil serão consideradas transações de câmbio simplificadas, nas quais é preciso apenas registrar o valor da transferência e os dados do remetente e do destinatário. Para operações com valor superior a R$ 10 mil, a parte que receber os reais no Brasil deverá ir à instituição financeira para o recebimento dos recursos.
Isso vai facilitar bastante essas remessas e fazer com que entrem mais recursos para o nosso país, ativando alguns setores da economia, principalmente o de vendas de imóveis.

Querem dar o calote no Brasil. É necessário nosso governo assumir outra postura

Depois que o Equador resolveu não pagar os empréstimos do BNDES, num montante de US$ 243 milhões, para as obras da Hidrelétrica de San Francisco, construída naquele país pelo consórcio liderado pela empresa brasileira Norberto Odebrecht, que foi expulsa de lá por problemas de funcionamento da usina, outros governos da América Latina, como Venezuela, Bolívia e até o Paraguai, resolveram auditar as suas contas e ameaçam um calote no BNDES, pleiteando desta forma uma anistia do Brasil junto àqueles países.
A postura do nosso governo, em matéria de política externa vem sendo equivocada em vários aspectos. Este posicionamento destes países se deve ao comportamento até então assumido pelo atual governo brasileiro, que trata todos como irmãozinhos mais pobres, em detrimento dos interesses do povo brasileiro.
Assim foi também ao assumir e assinar aquele acordo sobre a auto- determinação dos povos indígenas, que os estudiosos insistem em dizer que poderá levar o Brasil a perder grande parte dos seus territórios para nações indígenas, cujo controle e manipulação já vem sendo feita por países como EUA e outros da Europa.
É muita incompetência para um só governo. Ou se muda a postura ou o povo brasileiro tem que trocar de governo.

A crise financeira deve despertar uma nova ordem mundial

Aprende-se em física e química que tudo no universo tente a uma situação de estabilidade e de menor energia. Quando uma certa situação se torna insuportável é porque está prestes a explodir. Assim foi também com a situação financeira. Bancos escondiam situações insuportáveis nos EUA e por tabela outros bancos do mundo todo.
Até que explodiu e sobraram estilhaços para vários outros setores. Agora até remover todos os escombros levaremos vários anos. Com certeza pelo menos uma geração será prejudicada. Os jovens que estão entrando no mercado de trabalho e precisam de uma oportunidade poderão ver a idade passar sem que essa chance chegue.
Com certeza após essa crise uma nova ordem mundial surgirá e vamos torcer para que os políticos sejam mais sensíveis, responsáveis e menos gananciosos, que o mundo pense menos em dinheiro e mais em valores humanos e preservação do nosso planeta.

Os sucessos das feiras agropecuárias no Brasil

O mundo necessita de muito alimento. Poucos países têm condições de produzi-los. O Brasil é um destes poucos e o principal deles. Somos os principais exportadores de produtos agrícolas. Nossa pecuária já está em bom estágio, mas ainda temos muita coisa a fazer.
Exportamos carnes bovinas e também de frangos para todo o mundo, porém encontramos algumas dificuldades que terão que ser superadas. O protecionismo praticado pelos países europeus e EUA é grande e não dá indícios de se acabar em curto prazo. Dificuldades de ordem sanitárias, rastreamento dos rebanhos, melhorias genéticas, melhores condições da nossa infra-estrutura, principalmente de transportes e portuárias, são alguns dos itens a serem melhorados.
Mas grandes passos têm sido dados nesse sentido. Grandes feiras agropecuárias têm movimentado esse setor em todo o Brasil. O sucesso delas é cada vez maior. Nelas é exposto o melhor da nossa tecnologia e o intercâmbio entre os produtores propicia a melhoria de produção e qualidade.
Os empresários brasileiros têm capacidade e interesse, basta que o governo não atrapalhe e ajude mais o setor que nossa força ficará ainda maior.

Presentes, decorações, músicas. O bem que o natal nos faz

O natal está chegando e ressurge no espírito de todos aqueles tempos e a inocência da infância. Talvez seja por isso que o tempo de natal é tão encantador e até místico, porque traz junto a pureza das crianças.
As decorações, as músicas por todos os lados, o desprendimento das pessoas quando gastam suas economias para presentear os outros.
Por mais pobre que seja a pessoa, ela sempre dá um jeitinho de presentear as pessoas que ela gosta, mesmo que seja com alguma coisa que ela própria fez, pois é a intenção de compartilhar aqueles momentos, manifestada por esse ato, que importa mais.
Esperamos que o natal deste ano de 2008 sirva para reparar o estrago, que a ganância de poucos causou no mundo todo e em especial a nós brasileiros.

Natal 2008. Crise financeira internacional aumenta e as vendas devem cair

A crise financeira internacional jogou um balde de água fria nas perspectivas de vendas do próximo natal. O comércio está descontente, pois projetava vendas para este ano bem superiores às do ano passado, mas com a crise já assumida até pelo Lula já estão revendo esses números.
Muitos lojistas não têm mais como voltar atrás, pois já fizeram seus pedidos e já estão recebendo até as faturas. Nesse caso é torcer pelo menos para não ficar com o prejuízo.
Vai ter muito papai Noel com o saco vazio e muita gente com o saco cheio!