Category Archives: Doenças

Algas na alimentação humana.

Os orientais há muitos anos já incluíram as algas na sua alimentação. Aqui no Brasil isso ainda não virou tradição, porém cada vez mais, através da culinária oriental, a alga vem sendo apreciada.

Já se conhecem alguns benefícios da alga para o ser humano, mas estudos ainda procuram aumentar esses conhecimentos e com isso esse alimento tende a se popularizar por aqui também.

Cientistas britânicos, da faculdade de New Cafor, descobriram que ela é capaz de aumentar a produção de muco protetor da parede dos intestinos, que facilita a digestão e absorção dos nutrientes.

Eles afirmam que a fibra de algas pode evitar a incidência de câncer e doenças cardiovasculares.

Já se constataram efeitos positivos de extratos de algas na dieta humana, que após processadas em laboratório se obtém composto de carboidrato em pó.

Algas já são utilizadas em espessantes de gelatinas e outros produtos alimentares, além de sua utilização na farmácia e odontologia.

Os cientistas britânicos estão propondo a utilização de uma farinha de alga que possa ser adicionada nos alimentos, inclusive no pão e em carnes, como hamburger.
Novos estudos continuam sendo feitos e cada vez mais serão conhecidos os benefícios da alga na alimentação humana.

Spa para sesta nas cidades brasileiras

A sesta, que é o ato de dormir alguns minutos após o almoço, é muito praticada em alguns países, principalmente na Europa.

Alguns especialistas dizem que esta prática é muito bom para a saúde, ajuda no rendimento do trabalho, aumenta a inteligência e até para o coração faz muito bem.

Mas no corre – corre da atividade moderna, que nem mesmo tempo para almoçar se consegue, fica quase impossível esta prática. Como fazer se a pessoa trabalha na cidade e tem que almoçar perto do trabalho, sem poder ir para casa neste horário?

No Brasil não se tem o costume de sestear, porém algumas empresas dispõem de salas especiais para seus funcionários descansarem e se descontraírem após o almoço, com televisões e jogos. Algumas já estão dispondo também de salas especiais para aqueles que querem fazer a sesta, com poltronas reclináveis e luminosidade adequada.

Mas como fazer se não se dispõe de ambiente especial para isso no próprio local de trabalho? Em alguns países já se criaram uma espécie de spás, como é o caso de Londres e Nova York, onde se alugam por hora ou minutos lugares em salas especialmente preparadas para isso, com sons de cachoeiras, pássaros cantando e até músicas clássicas, para se tirar uma breve soneca após o almoço.

Dizem que aqui no Brasil está se copiando esta idéia e em alguns grandes centros, como o Rio de Janeiro, já existem estes spás, onde a um custo inferior a R$ 20,00 por hora a pessoa pode fazer sua sesta.

Assim como as lan houses, onde as pessoas podem acessar um computador e a internet, certamente em breve encontraremos estes locais de repousos em qualquer cidade brasileira, para poder tirar uma soneca após o almoço e desta forma enfrentar com mais disposição o restante do dia.

Meditação na cura de doenças

Os orientais há muitos anos praticam a meditação como recurso para muitos males do corpo e da alma.

No Brasil cada vez mais se buscam os modelos alternativos para a cura de certas doenças, como a acupuntura, remédios feitos de ervas naturais e agora até a meditação.

Depoimentos de pessoas em reportagens dão conta que praticando a meditação estão conseguindo alivio para enxaquecas e outras dores de cabeças, diminuição da ansiedade, depressão e outras doenças.

Grande parte das doenças é psicológica e nesses casos a meditação se mostra bastante eficiente.

Obesidade infantil

A obesidade infantil no Brasil já atingiu a casa dos 15 %, conforme as recentes estatísticas. Isto chega a ser alarmante.

As escolas em quase todos os Estados já vêm se mobilizando no sentido de promover campanhas educativas, incluindo nas disciplinas lições de alimentação saudável.

Em muitas escolas são proibidas as cantinas internas de venderem refrigerantes, lanches com frituras, doces e outros alimentos que não são saudáveis, porém o grande problema está nos lanches que as crianças trazem de casa.

Por mais que a escola se esforce, a criança não criará hábitos saudáveis sem a contribuição dos pais. Muitos pais não prepararam um lanche saudável e as crianças passam até por sérios constrangimentos na escola, pressionados pelas orientações e até pelos próprios colegas.

Alguns colégios até acabam adotando medidas polêmicas, como proibir e até “confiscar” certos lanches ou os colegas têm que dividir seus lanches com os amiguinhos que trouxeram lanches inadequados.

Mas há de se fazer um grande esforço, pois se desde criança a pessoa já for acometida da obesidade, quando crescer certamente sofrerá de outros males muito piores, como a diabetes, colesterol e outras doenças resultantes deste descuido da infância.

Esteira elétrica ou mecânica para ginástica

Todos os especialistas recomendam a prática de exercícios físicos para melhoria da saúde. Diminui o colesterol, a obesidade, a depressão, a diabetes, fica mais controlado, melhora a circulação sanguínea e tantos outros benefícios.
Uns vão praticar o futebol uma vez por semana, as famosas peladas. Nesta prática, forçam muito a musculatura e de maneira errada e se machucam muito.
O melhor mesmo são as caminhadas. Aí surge outro problema, pois nem todos têm um lugar adequado nas proximidades de suas casas, como um parque, um clube ou um lugar tranqüilo e sem o perigo e a poluição dos automóveis pelas ruas das cidades.
Alguns preferem comprar equipamentos de ginásticas e praticar os exercícios em casa. O equipamento mais usual é a esteira, que pode ser mecânica ou elétrica.
Porém a esteira em casa não é a mesma coisa que em uma academia ou uma boa caminhada em um parque. No início a pessoa até faz uso, mas com o passar do tempo fica mais uma “tralha” para usar o espaço e ficar atrapalhando dentro de casa.
Mas sempre devemos arrumar uma forma de praticar nossos exercícios físicos, para o bem de nossa saúde.

Aids e a proteína BanLec da banana

Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, descobriram uma lectina de nome BanLec, existente na banana, que é um inibidor natural do HIV “tão potente quanto duas das principais drogas utilizadas atualmente no tratamento da doença”.
A BanLec pode ligar-se à cobertura rica em carboidratos do vírus e bloquear sua propagação no corpo humano.
Dizem que a vantagem da BanLec é que mesmo com a mutação do vírus ela continua atuante e também é mais barata que as outras drogas atualmente usadas.
È o progresso da medicina em busca de livrar a humanidade deste terrível mal.

Aparelho para cego conseguir enxergar

O homem é realmente incrível. Está sempre surpreendendo e enganando a própria natureza com suas invenções. Há muitos anos atrás desenvolveu aparelhos para poder enxerga mais longe, como as lunetas e telescópios, que levaram às grandes descobertas do nosso universo ou para poder enxergar coisas muito pequenas, como os microscópios, que também levaram às grandes descobertas principalmente na área da medicina.

Também inventaram os óculos, suprindo as deficiências da visão, depois as lentes de contatos, substituindo os óculos, para quem não quer modificar a sua fisionomia.

Aparelhos para recuperar ou melhorar a audição também foram inventados.
Agora novamente uma nova invenção está sendo noticiada, que promete dar a visão aos cegos. Trata-se de um aparelho, que se parece com um pirulito, que contém vários sensores. Este aparelho recebe de uma câmara, instalada em uma espécie de óculos, as imagens, que são convertidas e transmitidas por fios, em forma de pulsos elétricos, até aquele “pirulito”, que colocado na língua esta consegue transmitir para o cérebro e decifrar as imagens.

Isto está sendo testado nos EUA em um soldado que perdeu a visão pela explosão de uma granada na guerra do Iraque.

Isto será incrível. A língua substituindo os olhos!

O cerco aos fumantes

No mundo todo o combate ao tabagismo se intensifica, com as autoridades tomando as medidas preventivas e punitivas. Leis são criadas em todos os lugares no sentido de se coibir o vício do tabagismo.

Até poucos anos atrás as propagandas mais caras eram ligadas a cigarros, aqui no Brasil. Restrições foram impostas e já não vemos na TV estes incentivos à prática deste vício.

De fato, em outros tempos, nossos governantes até admitiam, pois viam no faturamento dos impostos uma grande vantagem, até perceberem que os gastos com a saúde dos fumantes superam em muito a arrecadação com os impostos, sendo muito melhor para os cofres públicos uma população isenta de tal vício.
O governo do Estado de São Paulo já tem lei que proíbe fumantes em lugares públicos, restringindo somente para determinadas situações.

O Estado do Paraná também já está prestes a ter este mesmo tipo de lei, restringindo e punindo severamente os fumantes e donos de estabelecimentos que permitirem a prática do tabagismo, exceto em certos lugares determinados pela legislação.

Os não fumantes agradecemos!

A cura da Aids com transplante da medula óssea

A aids, que tanto tem assustado o mundo todo nos últimos anos, parece perder força como doença mais perigosa, deixando ainda o câncer no topo do ranking.
A cada dia que se passa, com a dedicação intensa dos pesquisadores da área da saúde, descobrem-se medicamentos e tratamentos que geram grande expectativa para se debelar esta doença, que nas últimas décadas vem ameaçando toda a humanidade.
Uma das últimas e boas notícias veio da Alemanha, onde um médico diz ter exterminado os vírus do HIV de um paciente, que sofria de leucemia e também era portador do vírus de HIV.

Ao tratar seu paciente de leucemia com o transplante de medula óssea, descobriu que também havia acabado com a presença do vírus do HIV. Segundo o médico, outros casos semelhantes também tiveram o mesmo resultado, aumentando a convicção no tratamento.

Se realmente isto se confirmar, é mais uma porta aberta para se combater esta terrível doença.
Talvez em alguns anos esta doença não se transforme em mais uma das enfermidades parecida com os resfriados!

Infecção hospitalar no Brasil

O problema da saúde pública no Brasil é gravíssimo. E não é por falta de recursos, mesmo sem a famosa CPMF, que tanto nos torturava e não serviu para nada, além de encher os cofres do governo, que desviava aquela vultuosa quantia arrecadada todos os meses, para outras finalidades e desmandos com o nosso dinheiro.
Basta necessitar de um hospital que teremos muito a reclamar. Mesmo não sendo pelo sistema público de atendimento o mau atendimento é notório. Faltam equipamentos e profissionais qualificados.

Mas um dos maiores problemas nos hospitais brasileiros é mesmo o da infecção hospitalar. As pessoas torcem para não necessitarem de um hospital, pois a falta de higiene, falta de cuidados e outros descuidos, tornaram os hospitais brasileiros umas verdadeiras arapucas para se morrer, onde se entra bom e se sai num caixão, vitima de infecção.

Será que um dia isto terá fim?