Category Archives: Eleições

Pesquisas eleitorais

Cada ano eleitoral o cidadão brasileiro tem que conviver com esta verdadeira guerra das controvertidas pesquisas eleitorais.
Até cabe a pergunta: quem nasceu antes, a posição do candidato na pesquisa ou foi a pesquisa que levou o candidato àquela posição? Parece a questão de quem surgiu antes se foi o ovo ou a galinha.
As pesquisas são muito questionáveis. Onde foi feita a pesquisa? Por exemplo, se a pesquisa for feita no nordeste brasileiro é claro que não importa o número de entrevistados, as cestas básicas e as cotas impostas pelo Lula vão dar vitória à guerrilheira que ele quer enfiar goela abaixo de todos os brasileiros.
Os candidatos e os partidos sempre contratam os institutos que lhes interessam. Aqueles que são mais tendenciosos aos seus interesses e dessa forma vão induzindo os eleitores.
Isso deveria ser proibido, para que as eleições ocorressem mais baseadas nas propostas dos candidatos e menos pela indução das pesquisas eleitorais.
Mas enquanto isso não acontece temos que carregar essas malas que o povão elege só por uma cesta básica, uma bolsa família ou uma cota na universidade.

As urnas eletrônicas no Brasil. Uma tecnologia aplicada às eleições com sucesso

O Brasil tem dado exemplo da aplicação da tecnologia nas eleições. Este ano de 2008, com eleições para prefeitos e vereadores em milhares de municípios brasileiros, vimos a eficiência e comodidade que são as urnas eletrônicas. Praticamente acabaram as filas na hora de se votar e quanto às apurações nem se fala, em poucas horas já se acabaram as ansiedades na maioria dos municípios, com os resultados sendo divulgados.
Um exemplo a ser copiado até pelos mais avançados países do mundo. Nos primeiros anos de implantação ainda houveram alguns problemas, mas agora praticamente estão extintos, com o povo já adaptado e sem saudades daqueles tempos dos papéis.
Mas ainda pairam algumas dúvidas quanto à isenção de fraudes, embora a justiça assegura que não há possibilidade de ocorrerem.
Tomara que elas não existam realmente e que os resultados apresentados sejam a verdadeira vontade da população e que os eleitos correspondam aos anseios dos que os elegeram e deixem de pensar somente em si mesmos, como temos visto até o momento.

A crise entre os três poderes da República brasileira. Quem está com a razão ?

Estamos em ano de eleições municipais no Brasil. A confusão só está começando. Tudo o que a oposição puder fazer para conturbar a vida dos governantes será feito, não importa o partido que está no governo de cada município ou no Estado.
Em nível federal a farra continua. Bolsas e beneces de toda ordem, eleitoreiras e populistas. Um dia o brasileiro vai se dar conta que ele mesmo terá que pagar por isso por muitos anos, pois muito tempo e sacrifício dos honestos serão despendidos para consertar esse estrago, que só beneficia os vagabundos.
Na última semana, em discurso inflamado ao povo nordestino, o nosso Presidente falou mais um caminhão de besteiras. Referindo-se ao Presidente do Supremo Tribunal Federal Eleitoral, que havia feito comentários sábios de advertências sobre as atitudes eleitoreiras do Lula, nosso presidente disse que seria melhor se cada poder não se intrometesse nas coisas do outro e que ele deveria se candidatar e virar político, para poder falar besteiras. Parecia até que o nosso presidente estava embriagado. Ele não gosta de ser contrariado.
Seria bom se nosso Presidente entendesse que democracia permite opiniões contrárias e ditadura não. Se ele não se intrometesse no poder legislativo, que não pode fazer mais nada a não ser apreciar as medidas provisórias, que chegam de enxurradas todos os dias. Se ele parasse de falar bobagens, mesmo sendo político. Se ele parasse de ser cabo eleitoral e governasse esse país.
Já vimos governantes bêbados e loucos que levaram o mundo a catástrofes, regeram orquestras, invadiram países para retirar petróleo, mataram com armas químicas seu próprio povo, fecharam jornais, dizimaram a humanidade.
Deus salve o Brasil e faça com que esse povo enxergue enquanto é tempo !!!

As obras nos municípios e as eleições

A cada ano de eleições para prefeitos e vereadores no Brasil vemos canteiros de obras por todas as cidades. Fica quase impossível se transitar de tantos transtornos que essas obras causam no trânsito. Nem sempre são obras eficazes ou necessárias, mas os prefeitos querem se reeleger ou ao seu indicado. Isso quando não fazem obras superfaturadas para juntar caixa para a eleição.
Porquê não fazem isso ao longo do seu mandato e só deixam para o último ano ? Isso também acontece com o nosso presidente da república, que só toma atitudes eleitoreiras, considerando o povo como uns otários. É bolsa para isso e aquilo. Está criando uma geração de vagabundos nesse país. Mas o que importa para ele não é bolsas para formar doutores, conforme declarou em público e sim para sustentar preguiçosos que lhe dão votos.
Um dia isso se acabará, mesmo que demore muito tempo !!!

Os lucros dos bancos no Brasil, auto-atendimento e o desrespeito ao cidadão

A cada dia nos deparamos com notícias informando recordes nos lucros dos bancos. Os lucros chegam a quase dobrar de um ano para outro. E cada vez mais essas instituições se recusam a atender o cidadão nos interesses dos mesmos, desde uma simples cobrança de conta de telefone, água ou outra qualquer. O cidadão não tem mais atendimento pessoal, tudo é automatizado. O próprio usuário é seu atendente e ainda paga altas tarifas por isso. Os juros para créditos pessoais são extorsivos. O cidadão é uma presença indesejada nesses estabelecimentos. Quando se necessita enfrentar a fila para atendimento direto no caixa não tem lei que proteja o usuário. Acordos fazem com que as agências coloquem poucos atendentes nos caixas e a fila dos idosos é pior que a outra. Não há nenhum respeito com o povo.
Mas porquê isso ocorre? É fácil essa resposta. Porque não temos governo nesse país. Nosso presidente só sabe fazer discursos inflamados, com palavras de ordem, como nos tempos de sindicalista. Dorme feliz e embriagado pelo poder e talvez por outras coisas mais. Deixa a coisa correr e se propaga o salvador da Pátria. Não raro e infelizmente se compara com grandes estadistas, como Juscelino e Getúlio Vargas. Os bancos não precisam de atender o povo, basta ter o governo como cliente e esse os protege em troca da ajudinha nas próximas eleições.
Um dia o povo cansa e depois não diga que não avisei !!!

A Igreja Católica e a distribuição de camisinhas e pílula do dia seguinte no Carnaval.

A igreja católica no Brasil não concorda com a política governamental de distribuir camisinhas na época do carnaval. Agora uma nova briga está sendo travada pelo ministério da saúde e os Bispos. Trata-se da iniciativa do governo de distribuir a pílula do dia seguinte.
Quem tem razão ?
Eu acho que nenhum dos lados tem razão. A igreja tem mesmo que defender seus princípios básicos, entre eles o do direito à vida, porém o governo tem que evitar os inúmeros problemas que são causados pelo sexo irresponsável, que pode resultar em doenças transmissíveis e até na gravidez indesejada, que de uma forma ou outra vai bater nas contas do governo.
Mas eu ainda acho que o governo tem menos razão que a igreja, pois deve distribuir mais educação, mais condições e instrução e não achar que o simples fato de ficar com esse paternalismo eleitoreiro, costumeiro neste governo, vai resolve um problema tão grave.
E o povo tem que deixar de ser sem vergonha e não aceitar mais essa política irresponsável de distribuição de tudo, principalmente as tais das discriminativas cotas para isso e cotas para aquilo !!!

Você quer um terceiro mandato para Lula ?

Há uma minoria de oportunistas neste país que estão desesperados e não querem perder seus privilégios e mordomias. Como não possuem substituto, querem até mesmo alterar a nossa constituição, num verdadeiro ato de casuísmo, para dar um terceiro mandato para o presidente Lula. Até parece que o Hugo Chaves está fazendo escola na América Latina.
Uma pesquisa Datafolha, realizada entre os dias 26 e 29 de novembro de 2007, ouviu 11.741 pessoas, em 390 municípios de 25 Estados, com uma margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos, publicada neste domingo ( 02.12.2007 ), informa que 65% dos entrevistados rejeitam um terceiro mandato consecutivo para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Só 31% apoiariam essa possibilidade. Nem mesmo no Nordeste, onde o petista é mais bem avaliado, essa hipótese conta com o apoio da maioria da população.
Sem citar Lula, 63% não concordam com a possibilidade de mudar a lei para criar o terceiro mandato para nenhum presidente.
Mas Lula está bem entusiasmado com a idéia, basta analisar seus últimos pronunciamentos e atitudes, até mesmo sua incansável luta pela aprovação da CPMF.
O povo brasileiro já está cansado de tantos tributos, corrupção e de políticos mentiroso !!!