Category Archives: Esporte

Gastos com a copa do mundo e olimpíadas no Brasil.

Já se passou muito tempo desde que o Brasil foi escolhido para sediar a copa do mundo de 2014 e as olimpíadas de 2016.

Muitas obras foram exigidas pelos comitês organizadores destes eventos e nossos governantes se comprometeram a executá-las no tempo hábil.

Porém todos sabem que estas obras já estão atrasadas por diversos motivos e que muitas destas promessas jamais serão cumpridas.

Alguns políticos de oposição até já propuseram que o Brasil desista de sediar tais eventos, alegando que não será possível cumprir com as promessas e porque o retorno de tais investimentos, para a sociedade brasileira, é questionável.

Alguns até dizem que tais atrasos são propositais, para servirem de argumentos de execuções a custos superfaturados e sem os devidos cuidados nos processos licitatórios, que é muito comum por aqui, infelizmente.

Esta cogitação, que muito aflige o povo brasileiro, parece se tornar uma realidade, pois foram aprovadas pela câmara dos deputados em Brasília, neste mês de junho de 2011, algumas medidas propostas pelo governo federal, incluídas malandramente numa medida provisória, que visam manter em segredo as estimativas de custos dos empreendimentos e outras medidas, que restringem a transparência destes gastos.

Todos sabem o resultado desta tragédia anunciada há muito tempo!!!

Esteira elétrica ou mecânica para ginástica

Todos os especialistas recomendam a prática de exercícios físicos para melhoria da saúde. Diminui o colesterol, a obesidade, a depressão, a diabetes, fica mais controlado, melhora a circulação sanguínea e tantos outros benefícios.
Uns vão praticar o futebol uma vez por semana, as famosas peladas. Nesta prática, forçam muito a musculatura e de maneira errada e se machucam muito.
O melhor mesmo são as caminhadas. Aí surge outro problema, pois nem todos têm um lugar adequado nas proximidades de suas casas, como um parque, um clube ou um lugar tranqüilo e sem o perigo e a poluição dos automóveis pelas ruas das cidades.
Alguns preferem comprar equipamentos de ginásticas e praticar os exercícios em casa. O equipamento mais usual é a esteira, que pode ser mecânica ou elétrica.
Porém a esteira em casa não é a mesma coisa que em uma academia ou uma boa caminhada em um parque. No início a pessoa até faz uso, mas com o passar do tempo fica mais uma “tralha” para usar o espaço e ficar atrapalhando dentro de casa.
Mas sempre devemos arrumar uma forma de praticar nossos exercícios físicos, para o bem de nossa saúde.

As cidades sedes da Copa 2014 no Brasil

Um evento de grandes proporções, como a copa do mundo de futebol, mobiliza toda a economia mundial. O setor de turismo é o mais beneficiado, como hotelaria; gastronomia, com restaurantes e bares; transportes coletivos, com companhias aéreas, ônibus, trens, táxis; o setor de comunicação nem se fala; mas de maneira geral todo o comércio e também a indústria do país onde o evento ocorre e até nos outros envolvidos.
Mas para que isso ocorra primeiro tem que haver um grande investimento na infra-estrutura dos lugares onde serão as sedes dos jogos. O montante a ser desembolsado não é pequeno e isso envolve a iniciativa privada em todos esses segmentos da economia e principalmente os órgãos governamentais.
Estádios têm que ser remodelados, outros construídos. Tem que se pensar em estacionamentos perto dos estádios e por toda a cidade. Além de tudo isso, a área de saúde não pode ser esquecida, os hospitais devem estar com bons profissionais e bem equipados e a segurança é outra coisa a ser pensada, pois a mobilização de pessoas é muito grande e facilita para a bandidagem de toda a ordem. Até bandidos internacionais podem ser atraídos, principalmente em épocas de conflitos e terrorismos.
Governantes de vários Estados e cidades brasileiras se mobilizaram para atender aos encargos da Fifa com o objetivo de se tornar uma das sedes da copa de 2014, que se realizará aqui no Brasil.

O comitê organizador da copa, liderada pelo presidente da Fifa, o Sr. Joseph Blatter, em visita ao Brasil na data de 28.01.2009, definiu que na copa de 2014 haverá 12 cidades sedes, em vez de 10 como costuma ser, porque o Brasil é um país continental.

Dezessete cidades brasileiras são candidatas e concorrem para as doze vagas. São Paulo, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Campo Grande, Cuiabá, Rio Branco, Manaus, Belém, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza.

As motos mais caras no Brasil

Tem pessoas que realmente são apaixonadas por motos e trocam os mais confortáveis carros por uma moto e o vento na cara, não se importando com o preço da mesma.
No Brasil são vendidas muitas motos com preços acessíveis à maioria da população, porém algumas tem seu preço diferenciado.
A moto mais cara à venda no Brasil atualmente é a MV Agusta F4 1000 Senna, considerada uma verdadeira obra de arte sobre duas rodas. A superesportiva da marca italiana custa nada menos que R$ 139.400.

AS 15 MOTOS MAIS CARAS DO BRASIL
1 – MV Agusta F4 1000 Senna – R$ 139.900,00.
2 – Harley-Davidson Electra Glide Ultra SE – R$ 124.900,00.
3 – Ducati Desmosedici – R$ 112.000,00.
4 – Harley-Davidson Road King SE – R$ 105.900,00.
5 – Harley-Davidson Springer SE – R$ 102.900,00.
6 – BMW R 1200 GS HP2 – R$ 99.900,00.
7 – Triumph Rocket III 2300 – R$ 98.900,00.
8 – BMW K 1200 GT – R$ 92.900,00.
9 – BMW R 1200 RT Adventure Premium – R$ 88.900,00.
10- Harley-Davidson Night Road Special – R$ 88.900,00.
11- Ducati 1098 S – R$ 88.900,00.
12- MV Agusta Brutale R – R$ 85.400,00.
13- BMW R 1200 GS Adventure – R$ 83.900,00.
14- BMW R 1200 RT TOP – R$ 82.500,00.
15- Ducati Superbike 999 X – R$ 81.900,00.
moto-agusta-f4-1000.JPG

O mal de Alzheimer – como combatê-la

O mal de Alzheimer vem acometendo um número maior de pessoas a cada dia. Quase todos temos alguém conhecido que possui esta doença.
Cientistas tentam encontrar a cura ou maneiras de evitá-la ou até mesmo diminuir seus sintomas. Agora descobriram que a prática de exercícios físicos, que já se sabe que faz bem para diabéticos e hipertensos, também melhora os portadores do mal de Alzheimer.
Um estudo divulgado na revista “Neurology”, da Academia Americana de Neurologia, examinou 121 pessoas com 60 anos de idade ou mais, cerca da metade delas nos primeiros estágios da doença e os demais, saudáveis. Os portadores da doença e com menor condicionamento físico apresentavam quatro vezes mais sinais de encolhimento do cérebro do que os que estavam em melhores condições físicas.
Precisamos torcer para que os estudiosos descubram logo uma maneira de evitar esse grande mal.

Tênis e bonés, acessórios indispensáveis dos jovens

Nos últimos anos a moda de se usar tênis e bonés tomou conta da juventude. Para ir à escola, passear, esporte, trabalhar, para todas as ocasiões.
Mais confortáveis que os antigos sapatos, mais bonitos, várias marcas e modelos, muito mais acessíveis, os tênis deixaram de ser usados apenas para a prática dos esportes e tomaram as ruas nos pés dos adolescentes.
Os bonés também se tornaram acessórios quase que indispensáveis e dificilmente se vê um jovem sem um na cabeça.
Mas eles também passaram a ser utilizados por adultos para todas as ocasiões e hoje já não se considera falta de respeito seu uso em alguns lugares. No interior o boné está tomando o lugar do antigo chapéu, que era praticamente de uso obrigatório entre os adultos, inclusive em situações e ambientes mais formais.
De tanto uso, surgiram marcas e modelos de alto valor, apenas acessíveis a uma minoria da população, como demonstrativo de poder e riqueza, causando a cobiça e uma verdadeira ameaça aos usuários, que são alvos fáceis de assaltantes.

As Olimpíadas de 2016 poderão ser no Rio de Janeiro

Nesta quarta-feira ( 04.06.2008 ) o Comitê Olímpico Internacional ( COI ), reuniu-se para fazer a primeira seleção das cidades candidatas a sediar as olimpíadas de 2016.
O Rio de Janeiro segue na disputa ao lado de Chicago, nos Estados Unidos, Tóquio, no Japão, e Madri, na Espanha. Foram eliminados pelo COI Doha, no Qatar, Baku, no Azerbaijão, e Praga, na República Tcheca.
O próximo passo agora é a entrega do dossiê de candidatura, no dia 12 de fevereiro de 2009 e a definição final do COI será anunciada no dia 2 de outubro de 2009, na Dinamarca.
O Rio é um forte candidato, pois já está na hora de termos uma olimpíada na América do Sul, além do que os jogos Pan Americanos de 2007 contribuíram em muito na melhoria de algumas notas, como a infra-estrutura e segurança. Agora o Rio precisa melhorar ainda mais as condições de alojamentos e hospedaria, além de mais alguns itens, para termos as Olimpíadas no Brasil.

Olimpíadas de Pequim. As instalações da Vila Olímpica

As olimpíadas de 2008 estão chegando. Apesar das catástrofes que ocorreram este ano na China, provocadas pelos seguidos terremotos, todos estão otimistas e ao mesmo tempo apreensivos.
Mesmo antes dos terremotos o mundo todo já estava amedrontado com a possibilidade de atentados, dada a pressão política que envolve a região, principalmente a do Tibete.
Os chineses deram uma lição e as instalações da Vila Olímpica são exuberantes e estão praticamente prontas, com grande antecedência. Mas o que me chamou a atenção em uma reportagem foram as instalações sanitárias. Os atletas ocidentais reclamam que os vasos sanitários são daqueles que não se pode sentar.
Afinal, eles vão lá para correr ou ficar sentados?

O cigarro, as propagandas e as campanhas contra o tabaco

Há alguns anos atrás as propagandas mais bem elaboradas e formosas eram de marcas de cigarros. Leis e campanhas vêm lutando contra tudo isso. Mas a luta é árdua.
As empresas do tabaco sempre vinculam o vício à falsa imagem de sucesso e normalmente ligadas a esportes, para atrair os jovens que ainda estarão a disposição por muitos anos como consumidores.
Agora a legislação brasileira obrigará a vinculação de imagens fortes e contrárias ao vício em maços de cigarro. É mais uma medida, mas ainda é pouco.
Acho que o melhor mesmo é um trabalho junto às escolas e na mídia, que a longo prazo conscientizará as crianças, os jovens e a população de modo geral.

A olimpíada de Pequim. Tudo pode acontecer

No segundo semestre de 2008 não se falará sobre outra coisa senão das olimpíadas. O mundo está apreensivo e com razão. Vivemos uma época bastante conturbada na política mundial.
O evento esportivo, merecedor de todo o apoio, tem como objetivo a integração dos povos, porém outros interesses certamente serão conturbadores. Já tivemos uma amostra com os protestos pela passagem da tocha olímpica por diversos países.
Será que teremos apenas competições esportivas nesse evento?