Category Archives: Esportes

Gastos com a copa do mundo e olimpíadas no Brasil.

Já se passou muito tempo desde que o Brasil foi escolhido para sediar a copa do mundo de 2014 e as olimpíadas de 2016.

Muitas obras foram exigidas pelos comitês organizadores destes eventos e nossos governantes se comprometeram a executá-las no tempo hábil.

Porém todos sabem que estas obras já estão atrasadas por diversos motivos e que muitas destas promessas jamais serão cumpridas.

Alguns políticos de oposição até já propuseram que o Brasil desista de sediar tais eventos, alegando que não será possível cumprir com as promessas e porque o retorno de tais investimentos, para a sociedade brasileira, é questionável.

Alguns até dizem que tais atrasos são propositais, para servirem de argumentos de execuções a custos superfaturados e sem os devidos cuidados nos processos licitatórios, que é muito comum por aqui, infelizmente.

Esta cogitação, que muito aflige o povo brasileiro, parece se tornar uma realidade, pois foram aprovadas pela câmara dos deputados em Brasília, neste mês de junho de 2011, algumas medidas propostas pelo governo federal, incluídas malandramente numa medida provisória, que visam manter em segredo as estimativas de custos dos empreendimentos e outras medidas, que restringem a transparência destes gastos.

Todos sabem o resultado desta tragédia anunciada há muito tempo!!!

Esteira elétrica ou mecânica para ginástica

Todos os especialistas recomendam a prática de exercícios físicos para melhoria da saúde. Diminui o colesterol, a obesidade, a depressão, a diabetes, fica mais controlado, melhora a circulação sanguínea e tantos outros benefícios.
Uns vão praticar o futebol uma vez por semana, as famosas peladas. Nesta prática, forçam muito a musculatura e de maneira errada e se machucam muito.
O melhor mesmo são as caminhadas. Aí surge outro problema, pois nem todos têm um lugar adequado nas proximidades de suas casas, como um parque, um clube ou um lugar tranqüilo e sem o perigo e a poluição dos automóveis pelas ruas das cidades.
Alguns preferem comprar equipamentos de ginásticas e praticar os exercícios em casa. O equipamento mais usual é a esteira, que pode ser mecânica ou elétrica.
Porém a esteira em casa não é a mesma coisa que em uma academia ou uma boa caminhada em um parque. No início a pessoa até faz uso, mas com o passar do tempo fica mais uma “tralha” para usar o espaço e ficar atrapalhando dentro de casa.
Mas sempre devemos arrumar uma forma de praticar nossos exercícios físicos, para o bem de nossa saúde.

Futebol – cartão de identificação para torcedores

O ministro dos esportes agitou o meio futebolístico esta semana, ao anunciar o interesse de implantar um pacote de medidas envolvendo as condições dos torcedores nos estádios de futebol de todo o país.

Mas o item que mais chamou a atenção é a intenção de se criar um cartão magnético de identificação para cada pessoa que quiser ir ao estádio para assistir a uma partida de futebol. Este cartão conteria um verdadeiro cadastro prévio do torcedor.

A intenção do governo é criar um mecanismo de identificação dos torcedores, para coibir a violência que toma conta dos estádios brasileiros, visando também dar início às medidas de segurança para o grande evento da copa do mundo de 2014, que deverá ser realizada aqui no Brasil.

Ao criar este sistema do cartão, o ministro na verdade tenta copiar a Inglaterra, onde foi inicialmente implantado. Só não avisaram o ministro que lá não funcionou e o que realmente deu certo foi a punição severa imposta aos delinqüentes, com medidas sócio educativas, fazendo os torcedores comparecerem à justiça nos horários dos jogos, para prestação de trabalhos sociais ou para participarem de palestras educativas.

Esta medida foi recentemente imposta a uns torcedores que se envolveram em um episódio durante um jogo na cidade de Curitiba no Paraná. O resultado desta medida vem sendo considerado eficiente, tendo restringido bastante os exageros destes torcedores inconscientes.
Talvez com o início deste debate se chegue a uma medida que realmente resolva este problema da violência nos estádios.

Vídeo games, internet, computadores, televisão e como brincam as crianças no interior

Em meus tempos de criança não havia todas estas tecnologias atuais, como vídeo games, internet e nem mesmo existiam os computadores. O primeiro aparelho de televisão, dos tempos de preto e branco, que foi instalado na minha cidade, lembro muito bem até hoje na qual casa e o nome da pessoa que a adquiriu. Não era pessoa rica, era apenas um vendedor de cartelas de loterias, mas fez uma verdadeira revolução na cidade.
Logo começaram a “pipocar” novos aparelhos por toda a cidade, pois ficou muito feio para a classe alta da cidade não possuir uma dessas novidades. Em pouco tempo já havia vários destes aparelhos e até os três bares mais importantes da cidadezinha já possuíam um destes aparelhos, onde foi possível unir multidões em frente a estes estabelecimentos para acompanhar a copa do mundo de futebol do ano de 1970, onde fomos tricampeões, com Pelé, Jairzinho, Gerson, Tostão, Carlos Alberto e os outros que todos conhecem.

As crianças não ficavam inertes em frente às telinhas naquela época. As brincadeiras eram de grande mobilidade e ação. Nas tardes, as ruas em frente às casas, ficavam repletas de crianças. Meninas brincavam de bater petecas, amarelinhas, betes e outros. Os meninos não rejeitavam uma bola e apareciam por todas as partes os famosos “campinhos”, que até campeonatos organizavam entre as diversas vilinhas. Brincava-se muito também de se esconder, de far west e de empinar pipas.

Tinha os mais espertinhos, que sabiam fazer as pipas mais requintadas e as vendiam para a garotada, conseguindo desta forma um “dim-dim” para comprar “tchutcho”, como os descendentes de poloneses chamam os doces na região.

O uso do viágara nos esportes é doping?

A altitude tem sido um grande aliado de algumas equipes de futebol em países da América Latina em jogos de seleções e principalmente pela Copa Libertadores das Américas. Os jogadores não resistem à falta de oxigênio das grandes altitudes, devido ao ar rarefeito.
Até o uso do viágara está sendo cogitado para fazer frente a essa briga. O remédio, que é usado para problemas de disfunção erétil dos homens, promove uma melhor circulação do sangue e consequentemente mais oxigenação do mesmo.
Isso está levando o departamento médico da equipe brasileira do Grêmio de Porto Alegre no Rio Grande do Sul a cogitar no seu uso nos atletas durante as partidas da Copa Libertadores, da qual irá participar neste ano de 2009.
Tudo porque seu uso não é ainda considerado como doping. Assim sendo vale de tudo, até jogar de muletas !

Os investimentos para a copa do mundo e as grandes obras necessárias no Brasil

O Brasil se candidatou e foi escolhido para sediar a copa de 2014. Para isso a FIFA faz uma série de exigências, que nossos governantes estão dispostos a cumprir. Demandará grandes investimentos e o retorno não é tão garantido assim.
Será que estamos em condições de arcar com tais investimentos? Será que não seria melhor para o povo brasileiro que tal montante fosse investido em escolas, saúde, moradias, estradas, segurança e tantas outras necessidades do nosso povo ?
Vendo as catástrofes com as enchentes, por falta de obras para evitá-las, vemos o pouco caso dos nossos governantes com os contribuintes e a população em geral,
Eles pensam só no quanto um certo evento poderá render eleitoralmente.

Aeromodelismo, um esporte para gente grande e muito apaixonados

A prática do aeromodelismo é para poucos. Envolve muitos recursos e não pode ser praticado em qualquer lugar. Mas é como uma droga, pois vicia. Quem começa não consegue mais largar, quer sempre o melhor modelo, com mais recursos de manobras e muito mais.
Abaixo um vídeo com algumas manobras.

O promissor mercado para motocicletas no Brasil trouxe para cá a marca KAWASAKI

A empresa nipônica anunciou seus interesses em importação, fabricação e comercialização da marca aqui no Brasil, não apenas de motocicletas, mas também de quadriciclos e jet-skis. O projeto inclui a construção de uma fábrica no Pólo Industrial de Manaus (PIM), com investimento inicial de US$ 40 milhões na unidade fabril, cuja produção deverá se iniciar em 2009.
O primeiro modelo a ser fabricado no Brasil já no próximo mês será a superesportiva Ninja ZX-6 R, com 600 cilindradas O preço da mesma deverá ser em torno de U$ 28.800. Em janeiro deverá também ser iniciada a fabricação da superbike Ninja ZX-10R. Para o primeiro semestre de 2009 ainda estão previstas as vindas da Z 750, Ninja 250R e Vulcan 900. A “ninjinha” de 250 cc será fabricada no Brasil no segundo semestre de 2009.

No último dia 15 de outubro também foi inaugurada a sua primeira concessionária autorizada, na cidade de São Paulo e a segunda concessionária da marca, que terá como proprietário o bicampeão de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi, também será montada em breve em São Paulo.
O grande empecilho para a divulgação da marca no Brasil sempre foi o problema de manutenção e assistência técnica, fazendo com que as concorrentes Honda e Yamaha dominassem o mercado por aqui. Para resolver estes problemas, a Kawasaki promete trazer um lote de peças para cada lote de motos produzidas e comercializadas e ainda pretende formar a rede de assistência técnica com 30 concessionárias espalhadas nas principais cidades brasileiras até 2015.
Com certeza será bem sucedida, pois o mercado brasileiro para motos, principalmente as de 250 cc, está num crescente, devido os custos de transportes coletivos, altos custos de locomoção com automóveis e os congestionamentos nos grandes centros urbanos.
ninja-zx-6-r-kawasaki.JPG

Jet Sky o esporte de ricos

O verão está chegando e logo começará a temporada de praias. O mar é sempre um encanto. Nossas praias ficam lotadas, parece até que toda a população para lá se desloca todos os anos. A temporada consegue movimentar a economia de maneira geral. Hotéis, transportes, restaurantes, barzinhos e o comércio em geral, até os vendedores ambulantes, que servem aos preguiçosos da areia.
O número de Jet Skys também tem aumentado muito em nossas praias, fazendo suas manobras arriscadas e encantando os banhistas.
Anos atrás tiveram um grande promotor, quando um Presidente da República se tornou o “garoto propaganda”, exibindo algumas proezas em nossas praias. Porém sempre há os irresponsáveis e imprudentes, que se aproximam dos banhistas e causam graves acidentes. Também temos vistos os guarda-vidas fazer deles um excelente instrumento para proteção dos banhistas mais incautos e atrevidos.
É um esporte que requer muitos recursos, para a aquisição, manutenção, transporte, armazenamento e outros gastos que ele causa. É só para os ricos.

Corridas de cavalos, um esporte que está quase em extinção no Brasil

As corridas de cavalos no Brasil já foram um dos esportes dos mais concorridos, apreciados e prestigiados. Hoje em dia os jovens já não se entusiasmam mais com o esforço dos animais.
Mas ainda restam uns saudosistas apaixonados por esse esporte. Esses, não tão jovens assim, fazem questão de comparecer aos hipódromos a caráter.
Torna-se até engraçado, quando vou a esses lugares, muito raramente, e fico contemplando o prazer com que os velhinhos se vestem e vão passar seu tempo de lazer. Terno, gravata e o famoso chapeuzinho, tudo rigorosamente dentro dos padrões. Isso quando também não se fazem acompanhar pelas madames, também trajadas em conformidade com o evento.
E a alegria da chegada, sem considerar a gritaria do percurso, se equivale a um gol do futebol. Quem ganha se enche de razão, se considera um profundo conhecedor e se entusiasma para a seguinte. Joga pesado no animal mais promissor e aí perde dobrado.
O segredo é apostar valores condizentes e apenas se divertir. No ganha e perde da tarde, retornar para casa mais descontraído, sem stress e pronto para enfrentar mais uma semana de pressões em nossa vida cotidiana de casa e do trabalho.