Category Archives: fraudes

Gastos com a copa do mundo e olimpíadas no Brasil.

Já se passou muito tempo desde que o Brasil foi escolhido para sediar a copa do mundo de 2014 e as olimpíadas de 2016.

Muitas obras foram exigidas pelos comitês organizadores destes eventos e nossos governantes se comprometeram a executá-las no tempo hábil.

Porém todos sabem que estas obras já estão atrasadas por diversos motivos e que muitas destas promessas jamais serão cumpridas.

Alguns políticos de oposição até já propuseram que o Brasil desista de sediar tais eventos, alegando que não será possível cumprir com as promessas e porque o retorno de tais investimentos, para a sociedade brasileira, é questionável.

Alguns até dizem que tais atrasos são propositais, para servirem de argumentos de execuções a custos superfaturados e sem os devidos cuidados nos processos licitatórios, que é muito comum por aqui, infelizmente.

Esta cogitação, que muito aflige o povo brasileiro, parece se tornar uma realidade, pois foram aprovadas pela câmara dos deputados em Brasília, neste mês de junho de 2011, algumas medidas propostas pelo governo federal, incluídas malandramente numa medida provisória, que visam manter em segredo as estimativas de custos dos empreendimentos e outras medidas, que restringem a transparência destes gastos.

Todos sabem o resultado desta tragédia anunciada há muito tempo!!!

Quais os cuidados nas compras em supermercados?


Um ato tão simples como o de se fazer compras, que até uma criança consegue fazer, também pode exigir alguns cuidados. Cuidados que nem sempre as pessoas têm, pagando muito caro pela falta deles.

As grandes redes de supermercados investem bastante em pessoas especializadas que estudam minuciosamente os comportamentos das pessoas, para aumentaras suas vendas.

O consumidor também tem que estar preparado para fazer compras, para não entrar nas armadilhas impostas.

Listamos abaixo alguns cuidados que se deve ter quando se vai aos supermercados para fazer compras.
1 – Nunca ir ao supermercado com fome, pois isso faz com que alguns produtos sejam comprados sem necessidade.
2 – Evitar levar crianças ao supermercado, pois as gôndolas são dispostas de maneira a sugerir às crianças a compra de produtos que nem sempre são saudáveis ou necessárias. Normalmente os produtos sugeridos às crianças estão em gôndolas dispostas nos caminhos, como dos caixas, muitas vezes formando verdadeiros corredores sinuosos. Tais produtos estão quase sempre colocados nas prateleiras mais baixas, sempre ao alcance de qualquer criança.
3 – Sempre fazer uma lista em casa dos produtos a serem comprados, pois isto evita esquecer alguma coisa necessária, além de evitar que se compre produtos desnecessários.
4 – Tomar sempre o cuidado de verificar a data de validade dos produtos, pois muitas das vezes os produtos mais baratos e em promoção expostos nas gôndolas já estão com a data de validade vencida ou faltando poucos dias para se extinguir.
5 – Fazer o cálculo do preço do produto indicado na embalagem, pois um produto que parece ser mais barato que o da outra marca, pode conter uma quantidade menor.
6 – Tomar especial atenção para os preços indicados nas gôndolas e se possível levar um papel e caneta para ir anotando, para se conferir ao passar pelo caixa, pois invariavelmente os preços na hora de se pagar são superiores. Esta é uma prática comum em todos os supermercados e
até parece proposital, pois poucos clientes atentam a este detalhe e com isto no final do dia o supermercado consegue aumentar seus lucros consideravelmente.
7 – Deixar para o final da compra os produtos perecíveis e congelados, como carnes, laticínios e outros, para não ficarem muito tempo nos carrinhos, principalmente em locais e dias quentes.
8 – Adquirir o costume de levar a sacola de casa, evitando as tão condenadas sacolas plásticas, que não são biodegradáveis.
9 – Não esquecer de levar dinheiro, cartão, talão de cheques ou outra modalidade para pagar as compras.

O comércio de carros usados

Em épocas de poucos empregos o comércio informal se proliferou. Camelôs surgiram por todos os lados e em todas as cidades.
Com produtos trazidos de contrabandos do Paraguai nem se fala. Foram um tanto prejudicados com as lojas chamadas 1,99, que se especializaram em vender produtos chineses, trazidos em grandes carregamentos em conteiners e muitas das vezes de contrabandos em grande escala, como muito se tem noticiado.
Mas bem antes disso tudo, um comércio que ainda até hoje existe é o do comércio de carros usados. Lojas especializadas surgiram, mas existem os chamados “picaretas”, que trabalham nas ruas e sem endereço ou qualquer referência.
Há os picaretas que vendem carros usados em cidades do interior, trazidos de outras cidades, para serem vendidos para o pessoal que trabalha na lavoura, que pouco conhecem ou que pouco tempo e condições têm para procurar um veículo. Esses normalmente são os malandros, que vendem carros com problemas e desaparecem. Algumas vezes até carros roubados, com chassi adulterado ou com documentação com problemas.
Muitos compram carros sinistrados em leilões só para ter a documentação, depois roubam carros semelhantes, adulteram o chassi e vendem como se o carro sinistrado tivesse sido reformado.
Todo cuidado é pouco quando se vai adquirir um carro usado.

As urnas eletrônicas no Brasil. Uma tecnologia aplicada às eleições com sucesso

O Brasil tem dado exemplo da aplicação da tecnologia nas eleições. Este ano de 2008, com eleições para prefeitos e vereadores em milhares de municípios brasileiros, vimos a eficiência e comodidade que são as urnas eletrônicas. Praticamente acabaram as filas na hora de se votar e quanto às apurações nem se fala, em poucas horas já se acabaram as ansiedades na maioria dos municípios, com os resultados sendo divulgados.
Um exemplo a ser copiado até pelos mais avançados países do mundo. Nos primeiros anos de implantação ainda houveram alguns problemas, mas agora praticamente estão extintos, com o povo já adaptado e sem saudades daqueles tempos dos papéis.
Mas ainda pairam algumas dúvidas quanto à isenção de fraudes, embora a justiça assegura que não há possibilidade de ocorrerem.
Tomara que elas não existam realmente e que os resultados apresentados sejam a verdadeira vontade da população e que os eleitos correspondam aos anseios dos que os elegeram e deixem de pensar somente em si mesmos, como temos visto até o momento.

Falsas panelas de Teflon

Lembro quando há alguns anos atrás uma novidade agradou muito as donas de casas. Inventaram umas tais panelas, com uma pintura que os alimentos não grudavam e era fácil de lavar. Eram as tais panelas de “teflon”. Realmente foi uma grande invenção essa tal pintura.
Mas como tudo aqui no Brasil, hoje em dia é fácil se enganar. Compram-se panelas pintadas de preto, achando que têm essas qualidades e na primeira vez que se põem no fogo soltam toda a tinta no alimento.
Principalmente se você as compra nas tais lojas 1,99.

As fraudes nos transplantes de órgãos no Brasil

Que a doação de órgãos deve ser incentivada isso ninguém tem dúvidas. Mas você é a favor?
Com tantas coisas negativas que vem ocorrendo na política de transplantes de órgãos no Brasil, dá até medo de se candidatar como futuro doador.
Em Curitiba no Paraná, recentemente foi descoberta fraude no IML, com desvios de órgãos de cadáveres através de uma médica que chefiava os trabalhos.
Agora foi descoberta fraude no Rio de Janeiro, onde médicos fraudavam a fila única de transplante, cobrando muito caro dos interessados.
Você ainda quer ser doador?

CD’s piratas – os direitos autorais roubados

É só andar pelas ruas das cidades que vemos muitas pessoas vendendo CD’s de músicas e outros, sem o menor receio. É como aqueles matos que viram pragas impossíveis de exterminar.
Mas porque isso acontece? Primeiro, acho que é porque as gravadoras querem ganhar muito. Segundo, acho que é porque os impostos no Brasil são uma verdadeira extorsão.
Isso somados tornam os preços inacessíveis à maioria do povo brasileiro e abre vaga para que os piratas se multipliquem cada vez mais.

A fraude do leite em pó

Há alguns meses atrás o povo brasileiro ficou assustado com o escândalo da fraude do leite longa vida. Parece que não houve punição e se houve foi muito branda, pois novamente estamos diante de uma nova fraude, desta vez com o leite em pó.
Esta vez envolve empresas do nordeste, que misturavam soro em excesso ao leite, prejudicando as qualidades do mesmo.
Quantas fraudes estão circulando em nosso meio, em diversos tipos de alimentos? Poderemos estar consumindo algum alimento fraudado que nunca saberemos.
Está na hora do governo tomar as providências e aumentar o rigor na fiscalização.

Frango congelado com muita água, uma grande fraude

O Brasil é mesmo o país da impunidade. Já estamos cansados de ouvir sobre todos os tipos de fraudes, desde combustíveis, remédios, e todos os tipos de produtos. Elas ocorrem de diversas maneiras. Se a gente deixa um carro numa oficina e não presta atenção, aprecem com uma enorme lista de peças trocadas, mesmo elas estando em perfeitas condições.
Mas uma fraude que vem ocorrendo há muito tempo neste país, sem que as autoridades tomem as providências necessárias é a do frango congelado. Frigoríficos inescrupulosos encharcam os frangos com água e depois congelam, vendendo uma enorme quantidade de água a preço de frango.
Essa fraude é bem antiga e bastante divulgada. Seguidamente vemos reportagens nos meios de imprensa a esse respeito, porém nada é feito para coibi-la.

Cuidados na hora de se comprar um carro usado

O comércio de carros anda muito aquecido no Brasil. Para se comprar um carro novo não é preciso muita coisa, há várias marcas e modelos. Há também financiamentos facilitados.
Com tanta gente comprando carros novos e se desfazendo dos antigos, sobram carros usados no mercado.
Quem vai comprar um carro usado tem que tomar alguns cuidados, senão terá muita dor de cabeça. Há muita malandragem nesse setor. O carro tem que ser visto com cuidado, pois vendedores “espertos” sabem muito bem maquiar o veículo para valorizar. Muitos desses são sinistrados e até roubados.
Se a pessoa não tem conhecimentos técnicos suficientes o ideal é levar um mecânico ou pessoa que conheça e seja de confiança. Analisar a numeração do chassi, para verificar se não há anormalidades, pois é comum carros sinistrados serem adquiridos em leilões só para terem sua documentação e o chassi adaptados em veículos roubados. Antes de fechar o negócio o ideal é pegar os dados da documentação, principalmente o número RENAVAN e proceder a uma consulta junto aos órgãos públicos, para verificar a situação em que se encontra, quanto a liberação, taxas e multas.