Category Archives: Informações

Algas na alimentação humana.

Os orientais há muitos anos já incluíram as algas na sua alimentação. Aqui no Brasil isso ainda não virou tradição, porém cada vez mais, através da culinária oriental, a alga vem sendo apreciada.

Já se conhecem alguns benefícios da alga para o ser humano, mas estudos ainda procuram aumentar esses conhecimentos e com isso esse alimento tende a se popularizar por aqui também.

Cientistas britânicos, da faculdade de New Cafor, descobriram que ela é capaz de aumentar a produção de muco protetor da parede dos intestinos, que facilita a digestão e absorção dos nutrientes.

Eles afirmam que a fibra de algas pode evitar a incidência de câncer e doenças cardiovasculares.

Já se constataram efeitos positivos de extratos de algas na dieta humana, que após processadas em laboratório se obtém composto de carboidrato em pó.

Algas já são utilizadas em espessantes de gelatinas e outros produtos alimentares, além de sua utilização na farmácia e odontologia.

Os cientistas britânicos estão propondo a utilização de uma farinha de alga que possa ser adicionada nos alimentos, inclusive no pão e em carnes, como hamburger.
Novos estudos continuam sendo feitos e cada vez mais serão conhecidos os benefícios da alga na alimentação humana.

Feiras de profissões para vestibulandos


Quando chega o mês de setembro de cada ano, o desespero e aflição tomam conta da maioria dos estudantes brasileiros, que ainda não se conhecem a si próprios e não sabem que caminho trilhar.

Isso é normal entre os adolescentes pela falta de conhecimento dos cursos ofertados pelas faculdades e as futuras profissões.

Muitos escolhem o curso pelo status que ele oferece, outros por pressões de familiares e amigos, outros pela expectativa financeira que a mídia promove, mas poucos fazem uma auto-análise, ponderando os prós e os contras da profissão escolhida, redundando muitas vezes em abandono do curso escolhido.

Nesta hora se faz necessário uma orientação de pessoas mais experientes, que conheçam os lados positivos e negativos das profissões e também quais virtudes é requerida do candidato, para que se possa ver se ele se enquadra com aquela profissão no futuro.

Uma pessoa que não consegue ver sangue não pode fazer um curso de saúde, como medicina, por exemplo. Outra que só viveu na cidade terá dificuldades na profissão de agrônomo ou veterinária, que na maioria dos casos irá trabalhar no campo e com poucos confortos.

Para tentar resolver esse problema, algumas faculdades promovem nas vésperas do início das inscrições de seus vestibulares, as chamadas feiras de profissões, onde se montam estandes com alunos que já estão cursando os cursos ofertados pela faculdade e até com a participação muitas vezes de profissionais que já atuam na área, para consultas e exposições sobre cada curso.

Isso é muito útil e necessário, para evitar futuras deserções durante o curso e até mesmo depois de formado, quando se percebe que se tomou o rumo errado, porém isso já causou muita perda de tempo e dinheiro, algumas vezes de escolas públicas.

Livros de histórias estão entre os mais vendidos no Brasil

Pesquisas recentes apontam que os livros versando sobre história estão entre os mais vendidos atualmente no Brasil. Dizem que de 10 livros vendidos 5 versam sobre história.

Um deles tem o título “1808”, do escritor Laurentino Gomes, que já vendeu mais de 600 mil exemplares desde 2007, quando foi lançado.

Este livro trata da história da vinda da família real ao Brasil naquele ano, fugindo da guerra de Napoleão. Trata das conseqüências e desfechos que a família real ocasionou por aqui.

O próprio escritor acha que o sucesso do livro está na linguagem utilizada, que trata a história com uma linguagem quase que jornalística, saindo da formalidade oficialesca dos livros escolares. Ele acha também que o brasileiro também está buscando no passado as explicações para o Brasil de hoje.

O escritor lançou agora o outro livro, com o título de “1822”, na mesma formatação do anterior, versando sobre a independência do Brasil.

Não li este livro ainda, mas dizem que ele traz alguns aspectos e esclarecimentos sobre a independência brasileira que até então não haviam sido tratados até aqui em livros de histórias normais.

A curiosidade está ocasionando uma verdadeira corrida até as livrarias e a expectativa é que este livro alcance o mesmo sucesso do anterior.
O escritor promete lançar daqui alguns anos mais um livro nesta linha, tratando da proclamação da república em 1889.

Você costuma ler os rótulos dos produtos antes de comprar?

Muita luta se tem feito para constar no rótulo dos produtos informações importantes aos consumidores, como data de validade, informações nutricionais, advertências para a saúde e outras, porém poucos têm a preocupação de ler tais informações antes de adquirir algum produto.
Muitas vezes os supermercados colocam em promoção algum produto cuja data de validade já venceu ou está prestes a vencer e a pessoa, querendo aproveitar a tal promoção, compra um monte deste produto, que vai demorar muitos dias para consumir.
Outras vezes a pessoa sofre de hipertensão e compra um produto que contém muito sódio, que vai agravar seu problema. Se sofre de problemas de diabetes a pessoa tem que estar atenta à presença de açúcar, principalmente a sacarose e outros produtos ou, se tem problemas de colesterol, o produto não pode conter altos índices de gorduras, como gorduras saturadas, gorduras trans, etc.
Você atenta para as informações do rótulo ao comprar seus produtos?

Listas de materiais escolares, uma dor de cabeça para os pais

Todos os anos a situação se repete. Nem se termina bem o ano escolar e já se está gastando para o outro ano. Logo se iniciam os gastos com as matrículas para as próximas séries, compras de uniformes e materiais escolares.
As listas de materiais escolares circulam ainda antes do natal. Pais responsáveis correm logo atrás de adquiri-las, pois temem que o adicional no seu orçamento, vindo com o décimo- terceiro, seja logo dragado pelas festas ou que faltem os materiais necessários.
Algumas escolas usam de muito bom senso e lisura ao confeccioná-las, outras nem tanto, colocando materiais desnecessários aos alunos e que devem ser adquiridos pela própria escola ou direcionam as listas para certos estabelecimentos, de quem recebem comissões.
Os pais devem saber que nenhum material deve ser listado pela marca e sim pelas suas características, nem deve ser obrigatório a sua aquisição em determinado estabelecimento e ainda deve ficar atento para o conteúdo da lista, para a quantidade listada para cada item, para não ter que pagar a mensalidade da escola e ainda adquirir aquilo que é de competência da própria escola.

Você usa móveis e posturas adequadas no trabalho?

Muitas pessoas se preocupam tanto com conforto em casa. Adquirem camas especiais, sofás modernos e outros móveis luxuosos. Porém se esquecem que a maioria de seu tempo passam no ambiente de trabalho, que na maioria dos casos possuem móveis e ambientes totalmente inadequados.
Passam então a sofrer de dores musculares, que podem se agravar e se tornarem crônicas.
Uma simples adaptação pode se resolver o problema. Por exemplo, para quem passa muitas horas em frente ao computador, uma simples suspensão do monitor, colocando-se algum objeto sob o mesmo ou o uso de uma cadeira melhor, pode eliminar as dores no pescoço e lombares. Um apoio para os pés também pode ajudar muito.
Profissionais do volante, como motoristas de caminhão e taxistas também muitas vezes não se preocupam com esses detalhes e passam a sofrer de males diversos.
Móveis e posturas adequadas no trabalho podem representar uma saúde melhor para o resto de sua vida.
As empresas deveriam se preocupar mais com isso e assim melhorar a saúde de seus colaboradores.

Retrospectiva 2008

O final do ano está chegando. Os períodos escolares terminando, os campeonatos definindo os campeões e os rebaixados, as empresas entrando em férias coletivas. Só resta curtir as festas de natal e esperar o novo ano.
O próximo ano será de reconstrução. O mundo todo necessitará de realinhamento.
Mas meu propósito aqui neste texto é lembrar que novamente vamos enfrentar aqueles horrorosos programas de “retrospectiva”. Já estamos saturados de certos assuntos que dominaram a mídia por longos períodos e teremos ainda que suportá-los nestas programações sem nenhuma criatividade.
Certamente ouviremos nelas o caso “Izabela”, “ Lindomar e Eloá”, “Crise financeira mundial e quebradeira de bancos”, “Eleição do primeiro negro nos EUA”, “Enchentes em SC”, etc, etc…
Depois de um ano exaustivo ninguém merece ver tudo isso novamente!

O Brasil será um país de velhos?

As estimativas do IBGE são que a partir de 2040 haverá mais velhos que jovens até 14 anos no Brasil. Isso se deve à diminuição da taxa de natalidade, à diminuição da família brasileira, com campanhas educativas e de planejamento familiar, intensificadas nos últimos anos, bem como o aumento da expectativa de vida dos brasileiros. Hoje em dia, com as melhorias da medicina e o maior acesso a remédios e melhores condições de vida, o brasileiro sobrevive mais, morrendo com mais idade.
Isso acendeu a luz vermelha, pois vivendo mais os nossos idosos ficarão mais anos sob os benefícios da previdência social, já deficitária, conforme se divulga por aí.
Por isso, há alguns anos atrás, ainda no governo de FHC, quando se lançou a campanha da vacinação dos idosos contra a gripe, muitos deles não tomavam a tal vacina nem amarrados, pois circulou um boato que a tal injeção era para matá-los aos poucos, para gerar economia à Previdência Social.

As dores na coluna e o nosso colchão

Quase um terço das horas do nosso dia passamos na cama, mas muitas vezes não damos a menor importância a ela. Dormir é muito importante para a nossa saúde, porém devemos tomar cuidado para não assumirmos posturas erradas.
Se o nosso colchão não for adequado, poderemos sofrer com as dores na coluna advinda da má postura durante as prolongadas horas que ficamos na cama.
Por isso devemos prestar atenção e, se for o caso, mudar de colchão, adotando um mais macio ou mais duro, conforme nosso corpo, para que nossas dores desapareçam.

FPS – Fator de Proteção Solar. Você sabe o que significa?

Chegado o verão é tempo de férias, praias e muito sol. O sol é bom, porém em excesso traz conseqüências muito graves. Além das queimaduras da pele, que dói muito e forma bolhas, a longo prazo pode até causar o câncer de pele.
Portanto, devemos tomar muito cuidado quanto ao horário que vamos ficar expostos e mesmo assim devemos nos proteger com produtos especialmente fabricados para isso.
Usamos o protetor solar para impedir que a luz ultravioleta cause danos à pele. Existem duas categorias de luz UV, a UVA e a UVB, que são levadas em consideração quando falamos sobre o protetor solar. A UVB provoca queimaduras solares e a UVA tem efeitos mais em longo prazo sobre a pele, como o envelhecimento precoce. Os índices de FPS, ou fator de proteção solar, foram apresentados em 1962 para medir o efeito de um protetor solar contra os raios UVB.
Para determinar o FPS de um protetor, cientistas reuniram 20 pessoas com sensibilidade ao sol e mediram a quantidade de raios UV necessária para que elas ficassem vermelhas sem usar o protetor solar. Depois, refizeram o teste com o uso do protetor solar. O número “com protetor solar” é dividido pelo “sem protetor solar”, e o resultado é arredondado para baixo dentro dos cinco números mais próximos. Esse é o FPS.
Os índices de FPS começam no 2 e recentemente chegaram ao 70. Para descobrir por quanto tempo você pode tomar sol com um determinado FPS, use essa equação:
Quantidade de minutos até a pele ficar vermelha sem o protetor solar x
o índice de FPS = tempo máximo de exposição ao sol
Por exemplo, se a pele fica vermelha depois de 10 minutos de exposição, um FPS 15 irá permitir que você tome sol por até 150 minutos sem se queimar.