Category Archives: Prevenção

Algas na alimentação humana.

Os orientais há muitos anos já incluíram as algas na sua alimentação. Aqui no Brasil isso ainda não virou tradição, porém cada vez mais, através da culinária oriental, a alga vem sendo apreciada.

Já se conhecem alguns benefícios da alga para o ser humano, mas estudos ainda procuram aumentar esses conhecimentos e com isso esse alimento tende a se popularizar por aqui também.

Cientistas britânicos, da faculdade de New Cafor, descobriram que ela é capaz de aumentar a produção de muco protetor da parede dos intestinos, que facilita a digestão e absorção dos nutrientes.

Eles afirmam que a fibra de algas pode evitar a incidência de câncer e doenças cardiovasculares.

Já se constataram efeitos positivos de extratos de algas na dieta humana, que após processadas em laboratório se obtém composto de carboidrato em pó.

Algas já são utilizadas em espessantes de gelatinas e outros produtos alimentares, além de sua utilização na farmácia e odontologia.

Os cientistas britânicos estão propondo a utilização de uma farinha de alga que possa ser adicionada nos alimentos, inclusive no pão e em carnes, como hamburger.
Novos estudos continuam sendo feitos e cada vez mais serão conhecidos os benefícios da alga na alimentação humana.

Porque o horário de verão no Brasil?

A mudança no horário de uma região ou de um país inteiro através de decreto governamental não é exclusividade do Brasil. Aliás, nós copiamos dos outros.

Essa medida, que vem sendo adotada no Brasil desde 1932, visa o melhor aproveitamento da luz natural, pois em certas regiões do Brasil, o fato de se adiantar uma hora os relógios reduz o consumo de energia elétrica entre 18 horas e 20 horas. Estudos demonstram que a redução média da demanda de energia elétrica tem sido em torno de 5 % nas regiões onde é aplicado este horário diferenciado.

Além dessa economia, diminui a sobrecarga das linhas de transmissões, subestações e sistema de transmissão neste horário considerado crítico, pois as indústrias e comércio ainda estão operando e as iluminações das residências e iluminações públicas começam a ser ativadas.

O horário de verão no Brasil tinha início em data fixada por decreto todos os anos, porém atualmente esta data já é pré-fixada e tem início no terceiro domingo de outubro de cada ano, com o término no terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte, porém, se a data de encerramento coincidir com o Carnaval, o horário de verão fica automaticamente prolongado por mais uma semana, como precaução para não atrapalhar o turismo no país.

Este ano de 2010 o horário de verão terá início em 17 de outubro e terminará em 20 de fevereiro de 2011, valendo para as regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste, onde os relógios deverão ser adiantados em uma hora.

Os Estados onde isso ocorrerá serão, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

O pinheirinho de natal e nosso astral

Em época de tanto pessimismo com relação à crise, que toma conta do mundo todo, precisamos de motivos para erguer o nosso astral. Um grande motivo é a época natalina, com suas cores, luminosidades e músicas.
Alguns anos atrás, uma época difícil de minha vida, o período do natal muito me ajudou, evitando que uma forte depressão tomasse conta de mim.
Ao montar o pinheirinho, expulsava a depressão. Depois de montado, o piscar de suas luzes me chamava à reflexão e fortalecia o meu interior. Parece que ele fala, trazendo mensagens fortalecedoras.
Precisávamos ter mais natais durante o ano, para que não nos deixássemos abater por poucas coisas.

As doenças causadas pelas praias poluídas

Chegado o verão é hora de pensarmos nas férias. A maioria das famílias brasileiras aproveita as férias escolares para descanso e lazer nas praias. Mas há de se tomar alguns cuidados com a poluição das nossas praias, para que este lazer não vire dor de cabeça, principalmente para as crianças, que normalmente não tomam muitos cuidados.
Visando uma orientação aos veranistas, na maioria dos Estados brasileiros, as secretarias medem e monitoram durante o verão os índices de balneabilidade dos seus principais balneários. O índice de balneabilidade mede apenas os coliformes fecais presentes em matérias orgânicas provenientes de fezes humanas ou animais e restos vegetais decompostos. Porém, a utilização de corpos d´água poluídos como balneário pode levar a contaminação por outros microorganismos, além das bactérias como protozoários e vírus. Dessa forma, a utilização das bactérias fecais (coliformes fecais) como indicador de poluição marinha remete a possibilidade de presença de outros micro-organismos nocivos à saúde, que podem causar doenças para os que têm contato com água durante a recreação.
Segue abaixo um resumo das principais doenças possíveis em balneários poluídos.
• Gastrenterite – é a doença que ocorre com mais freqüência como resultado da ingestão de águas poluídas por esgoto, sendo os sintomas os enjôos e vômitos, dores de barriga e dores de cabeça. Normalmente não chegam a representar muita gravidade;
• Irritações e infecções – podem ocorrer nos olhos, ouvidos, narizes e garganta como resultados da recreação em águas poluídas. Assim como as gastrenterites as infecções de outras partes do corpo em contato com a água podem ser de leve, moderada ou forte intensidade; levando a prejuízos temporários ou perenes destes órgãos.
• Cólera, disenteria, esquistossomose, hepatite A e febre tifóide – podem ser adquiridas através do contato ou ingestão de águas poluídas.
• Contato com algas tóxicas – pode causar diversos tipos de doenças variando de doenças menos graves como irritações e alergias até problemas de saúde mais graves, afetando o sistema digestivo, causando seqüelas neurológicas e doenças respiratórias.
• Resíduos industriais tóxicos – podem causar intoxicações com pequenas dores de cabeça até a morte;

FPS – Fator de Proteção Solar. Você sabe o que significa?

Chegado o verão é tempo de férias, praias e muito sol. O sol é bom, porém em excesso traz conseqüências muito graves. Além das queimaduras da pele, que dói muito e forma bolhas, a longo prazo pode até causar o câncer de pele.
Portanto, devemos tomar muito cuidado quanto ao horário que vamos ficar expostos e mesmo assim devemos nos proteger com produtos especialmente fabricados para isso.
Usamos o protetor solar para impedir que a luz ultravioleta cause danos à pele. Existem duas categorias de luz UV, a UVA e a UVB, que são levadas em consideração quando falamos sobre o protetor solar. A UVB provoca queimaduras solares e a UVA tem efeitos mais em longo prazo sobre a pele, como o envelhecimento precoce. Os índices de FPS, ou fator de proteção solar, foram apresentados em 1962 para medir o efeito de um protetor solar contra os raios UVB.
Para determinar o FPS de um protetor, cientistas reuniram 20 pessoas com sensibilidade ao sol e mediram a quantidade de raios UV necessária para que elas ficassem vermelhas sem usar o protetor solar. Depois, refizeram o teste com o uso do protetor solar. O número “com protetor solar” é dividido pelo “sem protetor solar”, e o resultado é arredondado para baixo dentro dos cinco números mais próximos. Esse é o FPS.
Os índices de FPS começam no 2 e recentemente chegaram ao 70. Para descobrir por quanto tempo você pode tomar sol com um determinado FPS, use essa equação:
Quantidade de minutos até a pele ficar vermelha sem o protetor solar x
o índice de FPS = tempo máximo de exposição ao sol
Por exemplo, se a pele fica vermelha depois de 10 minutos de exposição, um FPS 15 irá permitir que você tome sol por até 150 minutos sem se queimar.

AVC – acidente vascular cerebral, o famoso derrame cerebral

Uma das maiores causas de mortes no Brasil, não exclui classes sociais e nem mesmo faixas etárias. Pode ocorrer em qualquer idade e normalmente não avisa quando vai ocorrer.
O derrame ou AVC é causado é causado pela falta de irrigação de sangüínea no cérebro, seja por um rompimento ou entupimento de vaso. Ocorre morte dos neurônios da área afetada e se o paciente não for atendido a tempo pode provocar lesões mais graves e levar à morte.
A melhor maneira de evitar a doença é cuidar com os fatores de risco, como obesidade, hipertensão, diabetes e colesterol alto. Poucas pessoas monitoram estes itens e quando menos se espera são vítimas de AVC. Esses itens são causados por falta de cuidados na alimentação, como muito sal, comidas gordurosas, muita massa e outros alimentos não recomendados e também pela falta de exercícios físicos, fumo e estresse.
Os sintomas mais comuns são a tontura, dores de cabeça, perda de visão, dificuldade na fala, dormência em braços e pernas, náuseas.
Pode ocorrer em qualquer sexo e em qualquer idade, mas é mais comum nos homens acima de 60 anos.

Câncer de próstata e a resistência masculina aos exames

O câncer de próstata mata milhares de homens todos os dias no mundo. É uma doença tratável, se diagnosticada com antecedência. Seu diagnóstico hoje em dia já pode ser obtido por meios mais técnicos e até através de exames sangüíneos, porém o exame de toque ainda é considerado o mais eficiente e mais simples.
O problema é que por preconceito a maioria dos homens se recusa a esses exames, achando que isso lhes tira a masculinidade. Outros não morrem por esse problema, pois até fazem piadinhas, como aquele que solicitou que seu médico fizesse o exame utilizando três dedos, alegando que sempre é bom ter mais que uma opinião.

O filtro de barro e a água mineral

Os problemas com a água tratada na maioria dos municípios do Brasil têm modificado o comportamento das pessoas.
Uma maneira que vinha sendo utilizada na maioria das residências brasileiras e tende a se extinguir são os filtros de barros, substituídos por modernos filtros de tecnologias modernas, já instalados na própria rede de tubulação.
Mesmo tendo um custo a mais, as pessoas têm preferido comprar a água mineral que usar a água da torneira. Mas tem havido problemas também com esse produto. Seguidamente vemos nos meios de comunicações reportagens sobre águas minerais fora dos padrões de qualidade e até impróprias para consumo humano.
Em todos os casos o que ocorre é o desleixo das autoridades públicas, que não investem o suficiente em fiscalização.

Lei seca aumentou a procura de auto escolas pelas mulheres

A lei seca, que ameaça colocar a mão no bolso das pessoas e ainda colocá-las na cadeia, aqui no Brasil, caso sejam pegas alcoolizadas ao volante de veículos, tem mudado os costumes do povo.
Encontros de amigos em barzinhos, churrascos, baladas, consumo nos restaurantes e até mesmo os almoços em famílias.
Mas já foi divulgado na imprensa que constata-se um aumento de número de mulheres nas auto escolas. São os maridos querendo liberar os volantes para as esposas e com isso poderem encher o chifre.

Diabetes – você tem o triglicérides alto?

O diabetes é uma doença muito perigosa, que a maioria das pessoas tem e não sabe. Ela é silenciosa e vai minando a saúde da pessoa ao longo do tempo.
Para quem precisa diminuir o triglicérides o exercício físico é fundamental. Quase todos já sabem que as gorduras, de forma geral, são transformadas em triglicérides. Na dieta para diminuir os níveis de triglicérides, além de deixar de consumir alimentos que têm gordura, deve-se diminuir a ingestão de carboidratos.
Porém, mesmo com uma dieta alimentar adequada, muitas vezes é necessário usar medicamentos. Neste caso deve-se fazer com recomendações médicas.
Segue abaixo algumas dicas para sua dieta alimentar :

Os alimentos ricos em gorduras que devem ser retirados do cardápio são:
– carnes gordas de boi e bacon
– pele de frango
– carnes suínas, frituras, sorvetes de massa
– leite e derivados integrais
– creme de leite
– gema de ovo e maionese
– manteiga e margarina
– frituras

Os carboidratos que precisam ser evitados são:
– refinados (como o açúcar de mesa)
– farinha branca
– massas de um modo geral
– pães e doces
– frutas em calda
– frutas secas
– geléia
– bebidas alcoólicas

Alimentos que podem ser consumidos de acordo com orientação nutricional:
– peixes refogados e assados (principalmente salmão, sardinha, arenque,
bacalhau e atum)
– saladas cruas temperadas com limão e um pouco de azeite extra virgem
– feijão e leguminosas em doses moderadas
– trocar o açúcar para adoçar chá ou café por adoçante
– consumir produtos integrais, como arroz e pães integrais em doses
moderadas
– leite e iogurte desnatados adoçados com adoçante
– consumir mais fibras (presentes na aveia e cereais integrais)
– consumir frutas cítricas em doses moderadas (laranja, abacaxi, kiwi)
– frutas (evite o abacate)
– sucos de frutas (evite suco de laranja)
– limonada com adoçante é permitida