Category Archives: Prevenção

O mal de Alzheimer – como combatê-la

O mal de Alzheimer vem acometendo um número maior de pessoas a cada dia. Quase todos temos alguém conhecido que possui esta doença.
Cientistas tentam encontrar a cura ou maneiras de evitá-la ou até mesmo diminuir seus sintomas. Agora descobriram que a prática de exercícios físicos, que já se sabe que faz bem para diabéticos e hipertensos, também melhora os portadores do mal de Alzheimer.
Um estudo divulgado na revista “Neurology”, da Academia Americana de Neurologia, examinou 121 pessoas com 60 anos de idade ou mais, cerca da metade delas nos primeiros estágios da doença e os demais, saudáveis. Os portadores da doença e com menor condicionamento físico apresentavam quatro vezes mais sinais de encolhimento do cérebro do que os que estavam em melhores condições físicas.
Precisamos torcer para que os estudiosos descubram logo uma maneira de evitar esse grande mal.

Os 10 mandamentos para prevenir e controlar a pressão alta

A pressão alta é uma doença que causa grandes danos à saúde da pessoa e a maioria delas com uma certa idade a possuem e não controlam.
Listamos abaixo algumas regras básicas para prevenir e controlar esse grande mal :
01 – Meça a pressão pelo menos uma vez por ano.
02 – Pratique atividades físicas todos os dias.
03 – Mantenha o peso ideal, evite a obesidade.
04 – Adote alimentação saudável, com pouco sal, sem frituras e mais
frutas, verduras e legumes.
05 – Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba.
06 – Não fume.
07 – Se estiver fazendo o tratamento, não pare. É para a vida toda.
08 – Siga as orientações de seu médico ou profissional da saúde.
09 – Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.
10 – Ame e seja amado.

O recall da Volkswagen para a família de carros Fox

A VW começará a partir desta terça-feira ( 03.06.2008 ) uma campanha de recall envolvendo os modelos Fox, CrossFox e SpaceFox. A medida tem como objetivo sanar os problemas relativos ao sistema de rebatimento do banco traseiro dos veículos, que já causou alguns acidentes, decepando dedos de usuários.
Os reparos consistem na instalação de componentes adicionais ao mecanismo, fixação de novas etiquetas de orientação e alerta além de um suplemento de informações para o manual do proprietário e folheto ilustrativo da operação de rebatimento.
A medida deve abranger mais de 300.000 veículos no Brasil.

Anticoncepcional injetável – a descoberta do brasileiro Dr. Coutinho

Os anticoncepcionais talvez tenham sidos uns dos principais elementos de emancipação das mulheres no mundo. Embora ainda hoje venham enfrentando oposição severa das igrejas é sem dúvida eles que deram apoio às mulheres, que não passavam de meras reprodutoras até alguns anos atrás.
Porém poucos sabem e muito pouco se divulga a participação de um brasileiro nessas descobertas de tanta valia. Trata-se do Dr. Elsimar Coutinho, um médico baiano. É bom lembrar nesse momento, logo agora que a pouco tempo uma importante autoridade do departamento de medicina da faculdade da Bahia menosprezou a capacidade dos baianos, dizendo até que a capacidade dos mesmos era só suficiente para tocar berinbal porque este instrumento só possui uma corda.
O Dr. Elsimar Coutinho despontou e tornou-se uma das maiores expressões na endocrinologia da reprodução e no planejamento familiar, tendo desenvolvido além do primeiro anticoncepcional injetável de efeito prolongado (Depo Provera), a primeira pílula anticoncepcional contendo norgestrel que é hoje o progestínico mais usado do mundo, seguida da primeira pílula de dosagem reduzida. Outros métodos anticoncepcionais, fruto do seu pioneirismo, desenvolvidos ao longo de quarenta anos de pesquisas na Faculdade de Medicina da UFBA, incluem implantes subcutâneos com efeito prolongado (seis meses, um ano, dois anos, 3 anos e seis anos), dispositivos intrauterinos (Cruz de Lorena e Cruz de Caravaca), e o Lovelle®, a pílula vaginal.
Acho que a tal autoridade está muito mal informada sobre o histórico de seus conterrâneos ou é ele que tem só um neurônio.

Vacina contra a DENGUE

A dengue tem causado muitas mortes. Seu combate realmente é difícil e envolve toda a população, além de forte empenho das autoridades. O clima também pode ajudar, mas com ele não podemos contar.
Os profissionais da área da saúde se esforçam para vencer esta terrível doença de todas as formas. Procuram informar a população sobre as maneiras de prevenir e como proceder ao ser contaminado.
Mas a melhor notícia é que uma vacina contra ela já está a caminho. Está em testes ainda, mas dentro de dois anos poderá estar sendo fabricada em escala industrial e à venda para toda a população.
O melhor de tudo é que está sendo desenvolvida no Brasil e por brasileiros.

O cigarro e o câncer de pulmões

Milhares de pessoas são acometidas de câncer nos pulmões em todo o mundo anualmente. O tabagismo tem sido apontado como o grande vilão desta doença.
Cientistas, em dois novos estudos, relacionam uma variação em um gene localizado no cromossomo 15 (dos 23 pares de cromossomos que temos) a um risco mais alto de desenvolver câncer de pulmão. A nova pesquisa, publicada tanto na Nature quanto na Nature Genetics, indica que pessoas com essa falha genética têm uma chance 30% maior de desenvolver câncer de pulmão. Um terceiro estudo também aponta que esta mutação seria responsável também pela maior facilidade de dependência à nicotina.
Vamos torcer para que destes estudos surjam remédios ou vacinas para cura deste câncer e até mesmo para se tirar o vício do tabagismo.

O mau hálito, problema que muitas pessoas têm e não sabem

A halitose ou mau hálito é um mal que afeta em torno de 40 % da população, segundo pesquisas. A maior parte das pessoas que a possuem
nem se dão conta e muitas vezes só descobrem pela alerta de outras pessoas próximas.
É causada por diversos motivos, mas os mais comuns são a higiene bucal inadequada, falta de escovação adequada e falta do uso do fio dental; gengivite; ingestão de certos alimentos como, por exemplo, alho ou cebola; tabaco e produtos alcoólicos; boca seca, causada por certos medicamentos, por distúrbios e por menor produção de saliva durante o sono; doenças tais como câncer, diabetes, problemas com o fígado e rins.
Muitos transtornos e inconveniências sofrem as pessoas que possuem esse mau, porém com um pouco de cuidado se livram dele.

Os acidentes com o uso de inseticidas, pesticidas e agrotóxicos

O uso doméstico de venenos inseticidas diversos e os utilizados em plantas tem causados grandes acidentes.
As empresas, normalmente multinacionais, com o pretexto de melhorar a produtividade e qualidade dos produtos agrícolas no Brasil, há muitos anos têm difundido o uso deliberado de venenos de todos os tipos, lucrando muito com isso, sem se importar com suas conseqüências.
Além do mal que fazem a quem consome os produtos contaminados, muitos acidentes gravíssimos têm ocorrido com as pessoas trabalhadoras que aplicam os tais venenos. Problemas também têm ocorrido com o armazenamento inadequado e a reutilização das embalagens desses produtos.
Recentemente a aplicação de um pesticida no jardim de uma empresa em Curitiba ocasionou mal estar e o internamento de vários trabalhadores, que estavam no prédio ao lado.
Em Santa Catarina também houve o caso de uma menina que foi a óbito esta semana, após a sua mãe aplicar shampoo misturado com inseticida em seu cabelo, para combater piolhos.
Cresce cada vez mais a preferência por produtos chamados orgânicos na alimentação, com os supermercados, aumentando as opções aos consumidores.
Todos os cuidados devem ser tomados com esses produtos venenosos, pois eles tem trazidos conseqüências gravíssimas.

O Aquecimento global atormenta a humanidade

Em todo o mundo cresce cada vez mais a luta e a mobilização nos últimos anos com o objetivo de conter as grandes alterações que estão se observando no planeta terra. Alterações são observadas principalmente no clima, elevação do nível dos oceanos e muitas outras. Um dos grandes culpados por essas alterações tem sido o famigerado aquecimento global, que entre as várias causas a mais apontada tem sido a excessiva geração de gases poluentes, como CO2, por indústrias e automóveis.
Essa preocupação tem realmente mobilizado muito as pessoas e países mais conscientes. As principais feiras de automóveis dos últimos meses pelo mundo apresentaram veículos com projetos avançados no sentido de conter a poluição e queima de combustíveis fósseis, substituindo-os por outras fontes alternativas e menos poluentes. O setor industrial também tem dado importantes avanços, porém ainda encontra oposição por parte de muitos países, principalmente EUA e China.
Organizações com o objetivo de acompanhar e estudar os fenômenos e causas do aquecimento global são criadas a todo momento no mundo todo. Uma dessas organizações é a Germanwatch, que desde 2006 tem publicado anualmente o índice de Performance sobre Mudança Climática, com o objetivo de aumentar a pressão sobre os países industrializados que mais contribuem para o aquecimento global, entre eles EUA, com 21,44% das emissões de CO2; China (18,8%), Rússia (5,69%), Japão (4,47%), Índia (4,23%) e Alemanha (3%). Em final de 2007 a organização publicou a avaliação dos esforços dos principais países emissores de CO2, por ocasião da 13ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, realizada em Bali (Indonésia). Entre os dez países mais poluentes e que fazem menos esforços destacam-se Rússia, Canadá, Austrália, EUA e Arábia Saudita. Na lista dos países que mais lutam contra as mudanças climáticas, entre as 56 nações mais poluentes do planeta, segundo o índice elaborado pela ONG Germanwatch, estão a Suécia, Alemanha, Islândia e México. O Brasil foi colocado na 8.ª posição e a Argentina na 10ª. Os 56 países analisados pelo índice são responsáveis por 90% das emissões de CO2 lançadas à atmosfera.
Outro estudo importante, divulgado em janeiro de 2008, sobre os efeitos do aquecimento global foi do Instituto Espanhol de Oceanografia (IEO). O documento analisa dados oceanográficos e atmosféricos que vêm sendo recolhidos sistematicamente pelo IEO e por outras instituições espanholas e alerta que o nível do mar Mediterrâneo poderá aumentar 50 cm nos próximos 50 anos, devido aos efeitos do aquecimento global. Segundo o Instituto, as zonas de praias tem sido afetadas, devido a uma série de efeitos, como o aumento de 0,8°C das temperaturas médias do ar na região mediterrânea entre 1974 e 2005 e o registro de um aumento do nível do mar de 16 cm entre 1992 e 2005.
Outro fenômeno importante foi a imagem tirada em 25.03.2008 por um satélite, que mostra o momento do desabamento de um pedaço com mais de 410 km de extensão da plataforma de gelo conhecida como Wilkins, na região oeste do continente antártico. O desmoronamento teve início no dia 28 de fevereiro. Segundo os cientistas, o acontecimento é resultado do derretimento polar provocado pelo aquecimento global e eles temem que o restante da plataforma de gelo também desmorone, o que pode ocorrer nos próximos 15 anos. A Wilkins teria se formado no local há cerca de 1,5 mil anos e tinha, inicialmente, 14,5 mil km de extensão.
Muitas outras ocorrências ainda estão por vir, com

O Greenpeace e a luta pela preservação do planeta terra

O Greenpeace é uma ONG ( organização não-governamental ) com sede em Amsterdão (Holanda do Norte, Países Baixos) e escritórios espalhados por quarenta e um países. A organização foi criada em 1971 no Canadá por imigrantes americanos. Entre os primeiros ativistas que ajudaram a fundar a organização na década de 1970 havia pessoas com estilo de vida hippie e membros de comunidades quakers americanas, que migraram para o Canadá por não concordarem com a guerra do Vietnã. Entre eles o nome mais destacado é Robert (Bob) Hunter, falecido em maio de 2005.
A organização atua internacionalmente com campanhas, protestos e ações que procuram atrair a atenção da mídia para assuntos urgentes e assim confrontar e constranger os que promovem agressões ao meio ambiente em questões principalmente relacionadas à preservação do meio ambiente e outros temas bastante polêmicos relacionados com a vida na terra, como desmatamento, poluição, clima, nuclear, oceanos, genética, substâncias tóxicas, energias renováveis e outros.
É financiada com dinheiro, equipamentos e bens materiais de pessoas físicas apenas, não aceitando recursos de governos ou empresas. Tem atualmente cerca de três milhões de colaboradores em todo o mundo, com aproximadamente quarenta mil só no Brasil.
O Greenpeace tem feito atuações muito importantes, principalmente impedindo testes nucleares em várias regiões do mundo, a caça á baleia e outros animais. No Brasil eles têm lutado muito para impedir o desmatamento da região amazônica.