Category Archives: Saúde

A cura da Aids com transplante da medula óssea

A aids, que tanto tem assustado o mundo todo nos últimos anos, parece perder força como doença mais perigosa, deixando ainda o câncer no topo do ranking.
A cada dia que se passa, com a dedicação intensa dos pesquisadores da área da saúde, descobrem-se medicamentos e tratamentos que geram grande expectativa para se debelar esta doença, que nas últimas décadas vem ameaçando toda a humanidade.
Uma das últimas e boas notícias veio da Alemanha, onde um médico diz ter exterminado os vírus do HIV de um paciente, que sofria de leucemia e também era portador do vírus de HIV.

Ao tratar seu paciente de leucemia com o transplante de medula óssea, descobriu que também havia acabado com a presença do vírus do HIV. Segundo o médico, outros casos semelhantes também tiveram o mesmo resultado, aumentando a convicção no tratamento.

Se realmente isto se confirmar, é mais uma porta aberta para se combater esta terrível doença.
Talvez em alguns anos esta doença não se transforme em mais uma das enfermidades parecida com os resfriados!

Caneta a laser na sutura de cortes cirúrgicos

A medicina também tem evoluído sensivelmente nos últimos tempos, tanto na descoberta de medicamentos quanto nos procedimentos.

Uma notícia interessante dos últimos tempos é o uso de uma caneta a laser para suturar cortes de cirurgias.

Dizem que este procedimento substitui com muita vantagem o método antigo, com fio cirúrgico. Além de sua praticidade, evita as contaminações e infecções.
Logo será adotado em todas as cirurgias e provavelmente aposentará o método antigo.

Infecção hospitalar no Brasil

O problema da saúde pública no Brasil é gravíssimo. E não é por falta de recursos, mesmo sem a famosa CPMF, que tanto nos torturava e não serviu para nada, além de encher os cofres do governo, que desviava aquela vultuosa quantia arrecadada todos os meses, para outras finalidades e desmandos com o nosso dinheiro.
Basta necessitar de um hospital que teremos muito a reclamar. Mesmo não sendo pelo sistema público de atendimento o mau atendimento é notório. Faltam equipamentos e profissionais qualificados.

Mas um dos maiores problemas nos hospitais brasileiros é mesmo o da infecção hospitalar. As pessoas torcem para não necessitarem de um hospital, pois a falta de higiene, falta de cuidados e outros descuidos, tornaram os hospitais brasileiros umas verdadeiras arapucas para se morrer, onde se entra bom e se sai num caixão, vitima de infecção.

Será que um dia isto terá fim?

Como a sujeira faz bem à saúde

Todos sabem que a higiene é necessária para se ter uma saúde melhor. Mas será que isso é sempre verdadeiro?
Especialistas acham que nem sempre a higiene exagerada faz bem e um pouco de sujeira é necessário.

Pregam que as pessoas, principalmente as crianças, devem conviver com um pouco de sujeira. Crianças que andam sem calçados, mexem na terra e têm alguns hábitos nem tanto higiênicos, desenvolvem anticorpos e resistem melhor às doenças.

Dizem ser por isso que as crianças do interior são mais fortinhas que as de apartamentos das cidades. Concordo com essa teoria e acrescento que a alimentação, baseada mais em frutas e verduras, comum no interior, também contribui para um melhor desenvolvimento de uma criança.

Como está a vacina brasileira contra a pneumonia?

Entre tantas notícias más que vemos diariamente na mídia, somos surpreendidos de vez em quando com alguma encorajadora.
Uma reportagem na TV, que realmente podemos chamar de interessante, foi sobre o desenvolvimento da vacina brasileira para pneumonia, uma doença antiga, que vitimou muitas pessoas no passado, conhecida como a “doença dos poetas” ainda continua causando suas vítimas nos dias de hoje. Aqui no Brasil as estatísticas indicam que mais de 20.000 crianças morrem por anos por essa doença, sem continuar os idosos e pessoas de meia idade.

A vacina brasileira, que dizem ser muito mais eficiente que a atualmente existente, que é a dos EUA, deverá custar bem menos e não mais que um dólar. Ela está sendo desenvolvida por pesquisadores do Instituto Butantã de São Paulo, já foi testada em animais e agora vai ser testada em humanos para depois ir para o mercado.

Sucesso a esses abnegados pesquisadores!

O sofrimento que as varizes provocam

A variz é uma doença terrível. Quase não se fala, porque normalmente não conduz a óbito, porém quem a possui sabe o sofrimento que ela provoca.
Os tratamentos são diversos, mas dependendo dos casos até a cirurgia é recomendada, porém algumas vezes de nada resolve.

Em alguns casos os problemas são meramente de estética, trazendo algumas limitações a quem a possui, como a prática de esportes e exposição, como praias e piscinas.

Os problemas são agravados quando a pessoa tem atividade que a obriga ficar muitas horas em pé.
É uma doença que às vezes atinge famílias inteiras e em várias gerações, uma vez que também tem origem genética.

Água de coco é realmente saudável?

A imagem do coco está associada a verão, sol e praia. Realmente em todas as nossas praias vende-se a água do coco ao natural, até onde não existem os coqueiros. Dizem que a água natural do coco é um complexo riquíssimo em sais minerais, vitaminas e outros ingredientes, muito benéficos à nossa saúde.

É uma bebida muito gostosa e repõem com eficiência as nossas perdas pela transpiração, reidratando o nosso organismo. É um soro natural super eficiente.

Mas tem pessoas que não conseguem beber e o associam a gosto de remédios, talvez pela lembrança de alguma doença que tiveram no passado, que a deixaram com tristes lembranças.
E você gosta de água de coco?

A qualidade de vida no interior

Ouve-se muito que as pessoas têm procurado fugir dos grandes centros urbanos para o interior em busca de melhor qualidade de vida.
A vida na cidade é atribulada, com pressões de toda ordem. Corre-se o dia todo. O trânsito também contribui com o estresse. Paga-se por tudo que se faz, até mesmo o laser não sai de graça. O repouso noturno também não é garantido, com barulho de trens, ônibus, carros, sirenes de ambulâncias e policiais, quando não se mora próximo a casas noturnas, onde piora em muito.

Porém a vida no interior não é só vantagem, pois lá aparecem outros problemas. Lá não temos tudo de que precisamos com a mesma qualidade dos grandes centros urbanos. Basta necessitarmos de um atendimento médico mais complicado e já sentimos isto. Quando necessitamos certos produtos, temos dificuldades de encontrá-los. Em muitos lugares se quer temos as utilidades básicas, como eletricidade, água tratada e saneamento.

Mas o pior de tudo é o campo de trabalho, que é muito restrito e de baixos salários. Pode-se ter uma ótima qualidade de vida no interior, desde que se tenha a garantia de um bom emprego ou uma aposentadoria de um político.

O perigo dos alimentos de quiosques de praias

O verão e as férias estão sempre associados às praias. Em qualquer praia os quiosques surgem aos montes à beira mar e vendem quase de tudo. Milho verde cozido; churros; coxinhas; pastéis; bebidas preparadas, algumas com o nome de “capetas”, verdadeiros coquetéis para arrebentar com o fígado da pessoa.
Até nas praias mais tradicionais e estruturadas esses quiosques são mal fiscalizados e muitos deles sequer possuem alvarás de funcionamentos. Higiene é coisa que quase não existe nesses quiosques. O perigo corre solto. Contaminação desses alimentos, por manipulação ou má condições de conservação é coisa mais provável.
As autoridades circulam entre eles sem incomodá-los, com desprezo total pela saúde da população.
Precisamos melhorar as condições das nossas poluídas praias não só na qualidade das águas, mas também na infra-estrutura e principalmente na área de alimentação.

A dieta do mediterrâneo pode prolongar a vida mesmo?

Ouvimos com freqüência vários tipos de dietas. A maioria são receitas para emagrecimento outras para prolongar a vida. Dieta da lua, dieta do sangue, dieta da água, dieta disso e daquilo.
Uma reportagem recente de uma emissora de TV falava da dieta do Mediterrâneo. Dizem que na região italiana do Mediterrâneo as pessoas tem vida prolongada, devido a alimentação da região, com consumo diário de vinho, óleo de oliva e peixes, principalmente a sardinha e peixe espada, que são ricos em ômega três, que é anti-oxidante e retarda o envelhecimento das células do nosso organismo.
Alguns dizem também que a alimentação baseada em frutas, verduras e cereais também nos deixam com mais saúde e retardam o nosso envelhecimento.
Tudo isso pode até ser verdade, mas acho que deve ser combinado com a prática regular de exercícios físicos e deve-se evitar o estresse, coisa difícil nos conturbados dias de hoje.