Category Archives: Televisão.

Fitas VHS, DVD e BLUE RAY

Quando apareceram no mercado, os primeiros filmes em fitas VHS provocaram uma verdadeira revolução na indústria cinematográfica.

As salas de cinemas quase se extinguiram, pois se deslocar nesse caótico trânsito das grandes cidades, dificuldades e custos para se estacionar o veículo e outras dificuldades, além do custo com os ingressos, afastaram o público destas salas,depois que apareceram os filmes nas fitas VHS.

Surgiram com grande sucesso em todas as cidades as casas “vídeo locadoras”. Ficou muito mais barato e mais cômodo se alugar várias fitas, com os gêneros de filmes da preferência e levar para casa, onde pode ser visto por várias pessoas e no conforto de casa, na hora que se desejar, com a economia dos ingressos, saindo das dificuldades e gastos de deslocamentos para ir até uma sala de exibição.

O mercado de eletrodomésticos também faturou bastante, vendendo os aparelhos para serem usados na projeção dessas fitas, que também passaram a ser usadas para gravações de cerimônias familiares, como batizados, aniversários, casamentos e outras filmagens caseiras.

Vieram em seguida e de forma arrasadora os discos DVD, com mais definição das imagens e melhor qualidade de som, provocando novamente uma nova onda de consumo, fazendo que as casas de locações das fitas VHS, as “vídeo locadoras”, se adaptassem rapidamente ou fechassem seus estabelecimentos.

Grandes prejuízos tiveram essas casas, ficando com as antigas fitas de VHS como um “mico”, que ninguém mais queria locar. Hoje em dia nem se consegue mais achar um filme em fita VHS e quem possui um aparelho de vídeo para essas fitas é que ficou com o “mico” na mão.

Os viciados em assistir filmes em casa tiveram então que se adaptar aos novos tempos, adquirindo um novo aparelho, agora para usar com o DVD.

A indústria cinematográfica também teve que se adaptar e passou a publicar os filmes em fitas, agora em DVD, cada vez mais cedo, ficando pouco tempo de exibição nas salas de cinemas até os grandes lançamentos.

Uma nova onda já está provocando mudanças e em breve até o DVD será obsoleto e os nossos aparelhos também. Já está no mercado a nova tecnologia e ganhando muita força, chamada “ BLUE RAY”.

Ela segue no mesmo sentido do DVD, é um disco óptico, com leitura por um raio azul, por isso chamado de Blue Ray. Essa nova tecnologia apresenta um vídeo de alta definição e armazenamento de dados de alta densidade, podendo conter em um único disco muitas horas de gravação.
Porém essa tecnologia implica em aparelhos especiais, que nos levará aos novos investimentos.

Transmissão em 3 D na TV

Após o grande sucesso dos filmes em terceira dimensão nos cinemas, notadamente o filme AVATAR, líder de bilheteria e ganhador de várias estatuetas no OSCAR 2010, a nova febre chegou agora também à televisão.
A grande competição da fórmula INDY, realizada no domingo dia 14.03.2010 em São Paulo-Brasil, foi transmitida em 3D pela rede Bandeirantes.
Acho que daqui para frente essa tecnologia invadirá a televisão brasileira e teremos em breve as outras emissoras também fazendo transmissões em 3D de filmes e até de sua programação normal.
Quando pensamos que não há mais o que inovar, vem uma tecnologia nova que obriga a todos se reequipar, sucateando todos os aparelhos que temos em casa.
E assim caminha a humanidade!

Vídeo games, internet, computadores, televisão e como brincam as crianças no interior

Em meus tempos de criança não havia todas estas tecnologias atuais, como vídeo games, internet e nem mesmo existiam os computadores. O primeiro aparelho de televisão, dos tempos de preto e branco, que foi instalado na minha cidade, lembro muito bem até hoje na qual casa e o nome da pessoa que a adquiriu. Não era pessoa rica, era apenas um vendedor de cartelas de loterias, mas fez uma verdadeira revolução na cidade.
Logo começaram a “pipocar” novos aparelhos por toda a cidade, pois ficou muito feio para a classe alta da cidade não possuir uma dessas novidades. Em pouco tempo já havia vários destes aparelhos e até os três bares mais importantes da cidadezinha já possuíam um destes aparelhos, onde foi possível unir multidões em frente a estes estabelecimentos para acompanhar a copa do mundo de futebol do ano de 1970, onde fomos tricampeões, com Pelé, Jairzinho, Gerson, Tostão, Carlos Alberto e os outros que todos conhecem.

As crianças não ficavam inertes em frente às telinhas naquela época. As brincadeiras eram de grande mobilidade e ação. Nas tardes, as ruas em frente às casas, ficavam repletas de crianças. Meninas brincavam de bater petecas, amarelinhas, betes e outros. Os meninos não rejeitavam uma bola e apareciam por todas as partes os famosos “campinhos”, que até campeonatos organizavam entre as diversas vilinhas. Brincava-se muito também de se esconder, de far west e de empinar pipas.

Tinha os mais espertinhos, que sabiam fazer as pipas mais requintadas e as vendiam para a garotada, conseguindo desta forma um “dim-dim” para comprar “tchutcho”, como os descendentes de poloneses chamam os doces na região.

Retrospectiva 2008

O final do ano está chegando. Os períodos escolares terminando, os campeonatos definindo os campeões e os rebaixados, as empresas entrando em férias coletivas. Só resta curtir as festas de natal e esperar o novo ano.
O próximo ano será de reconstrução. O mundo todo necessitará de realinhamento.
Mas meu propósito aqui neste texto é lembrar que novamente vamos enfrentar aqueles horrorosos programas de “retrospectiva”. Já estamos saturados de certos assuntos que dominaram a mídia por longos períodos e teremos ainda que suportá-los nestas programações sem nenhuma criatividade.
Certamente ouviremos nelas o caso “Izabela”, “ Lindomar e Eloá”, “Crise financeira mundial e quebradeira de bancos”, “Eleição do primeiro negro nos EUA”, “Enchentes em SC”, etc, etc…
Depois de um ano exaustivo ninguém merece ver tudo isso novamente!

Você apóia os tribunais de conciliações e as teleconferências na justiça brasileira?

Creio que os brasileiros necessitam e merecem grandes mudanças, para poder acompanhar os dias atuais.
Mudanças tributárias, pois temos uma excessiva carga de impostos, muitos reincidentes, que não retornam em benefícios, como seria o seu real objetivo.
Mudanças políticas, pois estamos diante de um estado formatado em tempos de ditadura, para atender suas conveniências do momento, pouco representando nos dias atuais, onde um pequeno e pobre estado tem a mesma representação na nossa República que um pujante São Paulo ou outro, que carregam este país nas costas.
Muitas outras mudanças nós precisamos, como na área educacional, segurança e principalmente de ética em geral, desde o próprio cidadão até os mais altos políticos, que pouco representam o povo e muito mais se acham voltados para seus próprios interesses ou de seus grupos.
Mas acredito que a principal mudança que necessitamos com urgência é na Justiça brasileira. Desde os tempos de império esta casta se acha detentora de privilégios intocáveis, acima de todos os outros cidadãos, merecedores dos mais altos salários e mordomias, sustentados pelo sofrido trabalhador brasileiro, que quando a ela recorre é menosprezado e vê os anos passarem e muitas vezes vai embora desse mundo sem ver a solução para seus problemas.
Entulhada de processos, em parte pela displicência com que este poder desenvolve suas responsabilidades e em parte pela excessiva burocracia, ineficiência e falta de objetividade de nossas leis, vemos uma justiça inoperante e até inútil.
Creio também que muitas das ações não deveriam seguir caminho e serem resolvidas entre os próprios cidadãos, através do bom senso. Aí que entram os chamados tribunais de pequenas causas e de conciliações, que deveriam receber mais apoio e consideração.
A justiça também teria que acompanhar o progresso tecnológico e se utilizar mais dos recursos disponíveis, com teleconferências evitariam grandes gastos com deslocamentos de criminosos e aliviariam o bolso dos cidadãos de bem.
E você, que pensa disso?

A morte dos jornais escritos e dos outros meios convencionais de comunicações

A desenfreada evolução tecnológica tem causado uma verdadeira revolução nos meios de comunicações. Assim como no passado foi a invenção do jornal, rádio, telégrafo, telefone, televisão, telex, fax. Por último surgiu o computador e a internet. Mas não parou aí. Agora se associaram a telefonia e a internet e os meios tradicionais de informações enfrentam séria ameaça de desaparecerem.
O público atual não se contenta mais em ser passivo, em deixar o monopólio da comunicação na responsabilidade de poucas cabeças. Todos querem interagir com a notícia.
A internet propiciou a multiplicação de fontes informativas com os chamados blogs, onde qualquer pessoa pode criar sua fonte de notícias e até ter seu público cativo. Há blogs que se comunicam diariamente com milhares de pessoas.
O público mais jovem, a geração que já nasceu com a internet, não se dispõem a comprar jornal escrito, onde além de gastar tempo e dinheiro para adquiri-lo tem que garimpar em meio a um mar de propagandas e outros assuntos que passam muito longe de seus interesses. É mais prático abrir a tela do computador e buscar o assunto que convém para o momento através da internet. Há também as chamadas comunidades sociais, onde se agrupam interesses e se interagem a distância, podendo até atravessar continentes.
O desenvolvimento da telefonia móvel, agora associada à internet, com aparelhos digitais multifuncionais, capazes de reunir em um só aparelho quase tudo que se possa exigir de uma mídia completa, a pessoa pode interagir com a notícia em qualquer lugar onde esteja.
Estas tecnologias estão fazendo o grande diferencial, que tornam a mídia escrita ultrapassada e insuportável para os dias atuais e praticamente decretando a morte dos meios convencionais de comunicação.
Estes assuntos foram levados à pauta da 64ª Assembléia Geral que a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) realizou em Madri recentemente.

A SONY lança TV que se transforma em quadros

A SONY vai lançar TV’s dos modelos da linha Bravia cujo design e funções transformam o equipamento em um quadro, graças a um recurso chamado “Picture Frame”, que começa a exibir obras de diversos artistas quando a TV está desligada, simulando um quadro de verdade. Esta funcionalidade leva o nome de E4000 e será comercializada em versões de 26, 32 e 40 polegadas
É possível ainda mostrar suas próprias imagens, uma vez que o equipamento traz uma porta USB. Os aparelhos trazem uma moldura semelhante as usadas em quadros reais.
Deverá ser muito bacana você poder trocar a todo momento seu quadro na parede e ainda poder colocar as suas próprias imagens.

Porque a TV digital não está dando certo no Brasil?

Após seis meses do lançamento, a TV digital no Brasil teve pouquíssima adesão. Além de São Paulo, as cidades de Rio de Janeiro e Belo Horizonte também têm TV digital, mas a implementação começou a menos tempo.
Ainda não há também um grande volume de compra de TVs com receptores digitais embutidos. O produto é restrito a nichos de alto poder aquisitivo. Um dos aparelhos mais baratos deste tipo custa em torno de R$ 6 mil. Já o conversor mais barato do mercado sai por R$ 499,00, preço considerado alto, já que a demanda é baixa.
O conteúdo transmitido pelas emissoras em alta definição, um dos chamarizes para procura por “set-top boxes”, é limitado. Em São Paulo, o único canal que transmite toda sua programação em alta definição (sem contar horários alugados) é a RedeTV!. Além disso a TV digital tem pouca abrangência geográfica. A Globo entrou com potência de 15 kilowatts nas suas transmissões, mas tem emissora aí que entrou com 1 killowatt. Só para dizer ‘olha, eu sou digital’, mas não tem a potência suficiente, diz Hélio Costa.
Além do conteúdo, as promessas não cumpridas também ajudam no fracasso do sistema. O conversor popular de R$ 250,00, prometido desde antes da estréia, ainda não chegou. Tampouco a interatividade. Segundo o ministro Hélio Costa, a indústria não se preparou para vender o conversor, nem mesmo caro.
Segundo Roberto Pinto Martins, secretários de Telecomunicações, a interatividade talvez chega no começo de 2009.
O governo alega que um imbróglio envolvendo pagamento de royalties atrasou a formulação do sistema Ginga, responsável pela interatividade dentro do conversor.
Outro problema é a qualidade dos conversores que estão sendo comercializados. Usuários têm se queixado muito.
O fim das transmissões analógicas no Brasil está marcado para 2016, mas o governo já estuda prorrogar esse prazo, por conta do mal andamento na programação de implantação da digital.

A eletrificação rural e os seus benefícios

Poucas vezes paramos para analisar os benefícios que a energia elétrica trouxe em nossas vidas. A iluminação pública, a iluminação em nossas casas, o nosso banho com chuveiro elétrico, a conservação de alimentos em nossas geladeiras, os fornos elétricos, microondas, liquidificadores, batedeiras, secadores de cabelos, os aparelhos de som, televisões, computadores, etc.
Há 40 anos atrás, nas cidades do interior, a iluminação pública e das residências era muito precária. Motores diesel ou pequenas usinas em represas de alguns rios acionavam os geradores. As indústrias eram acionadas também por motores diesel ou máquinas a vapor, como nas madeireiras do interior ainda ocorre.
Porém nos últimos anos a eletrificação rural levou o progresso ao interior. O morador do sítio hoje tem todos os confortos do morador urbano e está tão informado quanto ele.
Pena que esta maravilha que é a energia elétrica, cuja geração no Brasil tem sido feita através da maneira mais limpa, que são as usinas hidroelétricas, já está se tornando escassa e em breve poderemos até ter o chamado “apagão elétrico”, caso novas fontes são sejam buscadas, como a eólica, a solar e outras menos limpas.

Qual a descoberta mais importante do mundo ?

Se fizermos um balanço do desenvolvimento do mundo nos últimos séculos, certamente ficaremos assustados. Foram tantas descobertas em todos os ramos de conhecimentos que ficaremos em dúvida na hora de apontarmos qual foi a mais importante para o mundo ou a pior.
Descobertas na área da medicina e da saúde, química, física, astronomia, comunicação, transportes e tantas outras.
Listo algumas, que não estão na ordem cronológica e nem de maior importância, e o leitor certamente aumentará esta lista e ordenará, segundo sua opinião :
. Fogo.
. Roda.
. Alavanca.
. Vestuário.
. Cultivo de alimentos.
. Domesticação e uso do cavalo.
. Pólvora e armas de fogo.
. Uso do vento na navegação.
. Navio.
. Conjunto parafuso e porca.
. Máquinas a vapor.
. Descoberta dos tipos de sangue.
. Descoberta do uso das vacinas.
. Penicilina.
. Uso da morfina e outros atenuantes da dor.
. Cirurgias.
. A esterilização.
. A refrigeração para conservação de alimentos.
. O hábito de tomar banho todos os dias.
. Avião.
. Casamento.
. Eletricidade.
. Democracia.
. Motores de combustão interna ( gasolina, óleo diesel, álcool ).
. A imprensa.
. Máquina de escrever.
. Telégrafo.
. Telefone.
. Rádio.
. Cinema.
. Televisão.
. Computador.
. Internet.
. Carnaval.
. Descoberta do átomo e suas partículas.
. Descoberta do DNA.
. Energia nuclear.
. Bomba atômica.
. Células troncos.
. Avião a jato.
. Futebol.
. Bicicleta.
. Muleta.
. Óculos.
. Helicóptero.
. A escravidão.
. A cidade.
. Edifícios.
. Tratamento da água.
. A música.
. Trem.
. Solda de metais.
. Buchada de bode.
. Penico.
. Big Brother.
. Eleger o Bush, Hugo, Ego, Lula e outros.