Category Archives: Turismo

Os problemas com os navios de cruzeiros marítimos nas costas brasileiras em 2009

Os grandes navios de cruzeiros, que todos os anos vêm às costas brasileiras para aproveitar o verão e as festas de natal, ano novo e carnaval, esse ano de 2009 não deixaram boas impressões.

Este passeio, que na cabeça de muitos é cheio de glamour, nessa última temporada deixou uma imagem de desorganização e desordem, devido os inúmeros casos que ocorreram com vários deles.

Tivemos casos até de mortes à bordo, denúncias de uso de drogas e consumo excessivo de álcool, além de intoxicações alimentares.

Por último, neste final de fevereiro, até um incêndio num destes, de uma empresa italiana, já nas costas do Uruguai, colocou seus passageiros no desconforto e perigo.

Porque tantos casos aconteceram numa só temporada? Seriam estes casos ocultados em outros tempos? Estas respostas todos querem saber.
Caso isso venha se repetir nas próximas temporadas, certamente este turismo perderá sua elegância de prestígio.

Turismo em cemitérios

Tem louco para tudo o que se possa imaginar e tem pessoas que não perdem tempo para faturar. Está se tornando comum o turismo nos cemitérios. Digo turismo mesmo e não visitas.
Tem empresas de turismo, principalmente na Europa, que incluem em seus roteiros os passeios a cemitérios. Muitas usam como argumentos alguns mausoléus históricos, outras as lápides de pessoas famosas.

Uma notícia interessante, que ouvi esta semana, foi sobre um empresário da minha bela Curitiba, aqui do Estado do Paraná, que pretende construir na região metropolitana de Curitiba um cemitério em formato de pirâmide, com o objetivo de explorá-lo futuramente com o turismo.

Como diz o ditado “tem louco para tudo”!

As cidades sedes da Copa 2014 no Brasil

Um evento de grandes proporções, como a copa do mundo de futebol, mobiliza toda a economia mundial. O setor de turismo é o mais beneficiado, como hotelaria; gastronomia, com restaurantes e bares; transportes coletivos, com companhias aéreas, ônibus, trens, táxis; o setor de comunicação nem se fala; mas de maneira geral todo o comércio e também a indústria do país onde o evento ocorre e até nos outros envolvidos.
Mas para que isso ocorra primeiro tem que haver um grande investimento na infra-estrutura dos lugares onde serão as sedes dos jogos. O montante a ser desembolsado não é pequeno e isso envolve a iniciativa privada em todos esses segmentos da economia e principalmente os órgãos governamentais.
Estádios têm que ser remodelados, outros construídos. Tem que se pensar em estacionamentos perto dos estádios e por toda a cidade. Além de tudo isso, a área de saúde não pode ser esquecida, os hospitais devem estar com bons profissionais e bem equipados e a segurança é outra coisa a ser pensada, pois a mobilização de pessoas é muito grande e facilita para a bandidagem de toda a ordem. Até bandidos internacionais podem ser atraídos, principalmente em épocas de conflitos e terrorismos.
Governantes de vários Estados e cidades brasileiras se mobilizaram para atender aos encargos da Fifa com o objetivo de se tornar uma das sedes da copa de 2014, que se realizará aqui no Brasil.

O comitê organizador da copa, liderada pelo presidente da Fifa, o Sr. Joseph Blatter, em visita ao Brasil na data de 28.01.2009, definiu que na copa de 2014 haverá 12 cidades sedes, em vez de 10 como costuma ser, porque o Brasil é um país continental.

Dezessete cidades brasileiras são candidatas e concorrem para as doze vagas. São Paulo, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Campo Grande, Cuiabá, Rio Branco, Manaus, Belém, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza.

O carnaval está chegando. Uma grande indústria de turismo

Nem bem terminamos de curtir os presentes natalinos e de ouvir os rojões do primeiro dia do ano e já estão entrando em nossas casas os sons das marchinhas e do samba de carnaval.
Não se pode perder tempo. Concursos para eleger os reis momos e princesas já estão em curso. Preparativos para os desfiles se intensificam nas escolas de sambas, bem como as vendas de abadás e ingressos para os grandes desfiles.
A rede hoteleira e de gastronomia também esperam por este grande evento em algumas cidades, como Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo. Até os taxistas ficam mais contentes, com o aumento da demanda que o carnaval lhes proporciona.
Esta grande festa brasileira é muito mais que alegria. Ela é uma verdadeira indústria de turismo.

Turismo de natal

O natal sempre envolve as pessoas com as decorações, hinos e muita alegria. Lojas, supermercados e até cidades entram no clima.
Algumas cidades já se tornaram até atrações nessa época, como é o caso de Curitiba, com as decorações e as apresentações no chamado “Palácio Avenida”, antigo prédio do Banco Bamerindus, hoje HSBC. Todo o prédio é decorado com luzes envolvendo todas as janelas, onde se apresenta um coral de crianças carentes todos os anos.
Outro lugar que atrai muitas pessoas nesse época pelas suas tradicionais decorações natalinas é a região de Gramados no Rio Grande do Sul. Lojas e ruas ficam todas decoradas nessa época.
É o natal contribuindo para a atividade de turismo.

A crise financeira mundial e o turismo de Cruzeiros Marítimos

A crise no setor financeiro do mundo todo ainda está chamuscando. Os governantes “bombeiros” do mundo todo fazem tudo o que podem para apagar esse incêndio do “Nero” dos dias atuais. O mesmo “Nero” que invadiu o Iraque, com argumentos mentirosos, incendiou o mundo.
As conseqüências desse incêndio ainda estão por vir. Levará muito tempo para a situação se recompor. Aqui no Brasil, ao contrário do que o nosso “Nero” dizia, a crise já vem pegando pesado muitos setores da nossa economia.
Assim que a crise sair um pouco dos noticiários, não por ter terminada, mas pela fadiga que nos causa, já estaremos ouvindo os apelos do comércio para tentar salvar as vendas de final de ano. Hinos natalinos tentarão levantar o moral dos consumidores.
Já vemos o verão chegando, junto com as férias e muito sol. Já é tempo de se pensar em descanso e lazer. Aí quem conseguiu juntar umas reservas ao longo da árdua luta do ano todo já vai fazendo seus planejamentos.
Navios dos mais luxuosos já têm suas programações para aportarem em nosso litoral e por aqui permanecerem, enquanto durar esse período. Prometem uma temporada dos sonhos, um verdadeiro paraíso flutuante, um mundo à parte e cheio de encantos.
Em breve já estará aberta a temporada dos Cruzeiros Marítimos, com crise ou sem ela, pois para quem vai utilizá-los não houve a crise.

Você sabe escolher um presente de casamento?

Parece fácil, mas escolher um presente de casamento não é tarefa das melhores. Se os noivos não são tão íntimos podemos até ter mais facilidade, escolhendo alguma coisa convencional.
Mas se são pessoas muito próximas, por um lado podemos conhecer melhor o casal e isso torna a escolha mais acertada, mas por outro lado pode nos restringir e até nos constranger, se nossas finanças não estiverem à altura da exigência dos noivos.
Algumas lojas criaram uma maneira de facilitar as coisas e até evitar a repetição, criando as tais “listas”, mas também acabaram criando um problema, pois à medida que os itens vão sendo eliminados vai deixando os presenteadores com a escolha mais restrita e muitas vezes não cabendo mais no bolso dos retardatários, uma vez que os primeiros já escolheram tudo o que era de menor valor.
Muitos optam por presentes diferenciados como diárias de hotéis em lugares famosos e até passagens aéreas, para a lua de mel do casal ou até mesmo o fazem em dinheiro.
Em casamentos do interior, há mais de quarenta anos atrás, nos quais fui a muitos, naquelas épocas eram novidades e se valorizavam os presentes de panelas de pressões e panelas esmaltadas, depois vieram as de “teflon”, mas se via muitos presentearem com pinicos, tão normais naquelas épocas nas casas do interior.

Quais serão as 7 maravilhas naturais do mundo moderno?

A fundação suíça New Seven Wonders (N7W) está organizando uma eleição para se saber quais são as 7 maravilhas naturais do mundo moderno.
A primeira fase da votação, que concorrem os 77 candidatos, vai até 31 de dezembro.. A N7W, fundação que promove o concurso, irá selecionar os 21 finalistas que concorrerão na segunda fase, que se estenderá durante o ano de 2009. As 7 Maravilhas da Natureza serão divulgadas em janeiro de 2010.
A sociedade se mobiliza para eleger as candidatas de sua região. O Brasil concorre com o Cristo Redentor no rio de Janeiro, Cataratas do Iguaçu no Paraná, entre outras.

Verão, férias e turismo, hotéis, trailers e motorhomes

motorhome-foto-1.docmotorhome-foto-1.doc O final do ano está chegando. Primeiro vem aquele período de aproximação com a família, as festas de natal e ano novo. Depois vem aquele período tão necessário, de relaxamento, férias, viagens, que normalmente coincidem com o período de férias das crianças na escola.
Nem todos conseguem tirar umas férias onerosas, daquelas que se programam com antecedência, com reservas em hotéis luxuosos. Para a maioria da população, as finanças proíbem isso.
Mas há os que tem um espírito mais aventureiro e são mais liberais, que gostam de contato mais direto com a natureza. Esses procuram campings ou adquirem trailers e motorhomes.
A cultura do uso do motorhome é muito difundida na Europa, Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, onde é algo popular. O problema do Brasil é a Carteira Nacional de Habilitação. Em qualquer país do mundo, com uma carteira B, de amador, você dirige motorhome. No Brasil precisa de carteira C ou D para dirigir esses veículos, e carteira E para rebocar trailer.
No Brasil, viajar de trailer e motorhomes foi moda nos anos 70 e 80, perdendo um pouco de sua força ao longo dos anos, especialmente por causa da mudança no Código Brasileiro de Trânsito, em 1997, que passou a exigir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria E para quem quisesse rebocar um trailer.
Há motorhomes de todos os tipos, tamanhos e marcas. Tem uns mais versáteis e mais adaptados para famílias pequenas. Uns exageram até no conceito de motorhome, como o da foto abaixo.
motorhome-foto-3.JPG

Turismo de negócios, uma saída para a crise em alguns lugares

O turismo é uma grande indústria, gera milhares de empregos e movimenta a economia em todo o mundo. Muitos são os temas que mobilizam as pessoas. Lugares premiados pela natureza, lugares históricos e de lazer têm sido até alguns anos atrás os preferidos dos turistas.
Porém tem surgido nos últimos tempos um novo tema, que pode ser criado e produzir efeitos vantajosos em assunto de turismo. Trata-se do turismo de negócios. Lugares sem nenhum outro atrativo podem se tornar, pela criatividade, em centros de grande mobilização. Uns se especializam em promover congressos, assembléias, encontros com diversas finalidades. Outros se tornam pólos comerciais, mobilizando continuamente pessoas, atraídas pelas vantagens nas compras, quer pela diversidade, quer pelos preços ou até mesmo pela especialização em certos produtos. Alguns governantes até transformam certos lugares em pólos educacionais, com a criação de faculdades, atraindo desta forma milhares de pessoas e dando importância a lugares abandonados em outros tempos.
Mas a verdade é uma só, movimentam a economia em geral, o mercado imobiliário, geram ocupação no sistema de hospedagem, restaurantes, transportes, comércio em geral. Todos são beneficiados com isso.