Category Archives: Vinho

Tratamento de beleza com produto a base de ouro

Isto é incrível. Até onde vai a vaidade humana. Uma notícia de deixar qualquer um assustado em tempos de crise.

Uma reportagem na TV mostrava um salão de beleza onde se faz tratamento de pele facial com produtos à base de ouro. O custo de cada seção é em torno de R$ 240,00 e não faltam mulheres clientes. Uma delas afirmou que faz duas seções por mês.

Já ouvi sobre tratamentos com lamas medicinais e até com vinho, mas com ouro ainda não tinha visto
Nesses tempos de crise acho que vou tentar uma vaga de faxineiro neste salão!

Você entende tudo sobre vinho?

Uma refeição servida com vinho tem um charme especial. Principalmente quando se está bem acompanhado e tem que dar um romantismo especial a esse momento.
Mas nem todos entendem o suficiente sobre essa sofisticada bebida e cometem as mais interessantes gafes. A escolha do vinho é uma arte para poucos. Desde a escolha do vinho adequado para o prato escolhido até a maneira de servi-lo.
Mas não são só os servidos que não entendem. Poucos são os restaurantes que dispõem de profissionais preparados para servir vinhos e atender os clientes adequadamente.
Nesse caso o melhor mesmo é pedir o velho e tradicional chopp!

Cerveja de casa, geléias e doces caseiros

Quem mora em cidade grande só vê isso em feiras, mas quem mora em cidades do interior está acostumado com essas guloseimas.
No interior quase todas as casas têm alguma coisa feita por eles mesmos, sem conservantes e sem produtos artificiais.
Lá encontramos os doces e geléias das mais variadas frutas, como pêra, marmelo, uva, etc. Bolacha e macarrão caseiros também são facilmente encontrados e muito gostosos.
As bebidas também são facilmente encontradas, como vinho, suco de uva, licores caseiros e a tradicional cerveja caseira.
Por lá quase em todas as casas é encontrada, principalmente em épocas como páscoa e natal. As qualidades são as mais variadas. Uns fazem umas cervejas impossíveis de se beber, porém sempre há os especialistas, que não erram nunca e suas bebidas são comparáveis às industriais.
Atualmente já é possível também em alguns lugares, principalmente em restaurantes e lanchonetes à beira das estradas, se encontrar todas essas produções caseiras.

O comércio das bebidas no Brasil. Cachaças, cervejas, vinhos, refrigerantes e águas

O comércio de bebidas no Brasil cresceu muito nos últimos tempos. O perfil dos consumidores também.
Até poucos anos atrás, duas bebidas eram as mais consumidas no Brasil, a cachaça e a cerveja. Aos poucos a cachaça vem se sofisticando e já existem marcas famosas e até conhecidas internacionalmente, que também são apreciadas aqui no Brasil pelas elites. A cerveja foi dominada pelas poucas marcas conhecidas de toda a população, mas recentemente apareceram muitas outras, que mesmo principiando no mercado, somadas já representam um bom percentual.
Este crescente aumento nas vendas de bebidas alcoólicas se deve em partes pela entrada cada vez maior de adolescentes e mulheres no consumo.
Até os vinhos estão se tornando cada vez mais populares no Brasil, com empresas nacionais apresentando produtos de qualidade e até competitivos a nível internacional. A facilidade de importação, devido o favorecimento do câmbio, com a valorização do real, também é o grande responsável por isso, pois em qualquer mercado são encontradas marcas famosas de todos os países a preços razoáveis.
O comércio de refrigerantes também está bastante concorrido e aumentou muito também. Isso se deveu aos preços, que nos últimos tempos se tornou acessível à população, principalmente com a entrada no mercado das embalagens Pet, onde se vende em maiores quantidades, barateando os custos.
Nos últimos tempos o mercado também tem sido surpreendido com as inovações no comércio de água. Surgiram várias marcas e a concorrência também se tornou acirrada, com as águas com gás e sabores. Na verdade é uma água com pouco gás, menos que nos refrigerantes, e com leves sabores, que tem sido muito apreciada.

Óleo de oliva e vinho tinto são bons para aumentar o colesterol bom

Divulga-se com uma certa freqüência que o vinho tinto, tomado diariamente e em pouca quantidade, e o azeite de oliva fazem bem para a saúde, pois aumentam o colesterol bom e são anti-oxidantes e combatem os chamados “radicais livres”, que envelhessem as células do nosso organismo.
Se isso é verdade ou não o fato é que as gôndolas dos supermercados estão repletas de marcas diferentes. Com o dólar desvalorizado em relação ao Real, possibilitando as importações, vemos as prateleiras dos supermercados repletas de óleos de oliva importados, principalmente portugueses e espanhóis, mas também encontramos de outras origens e até mesmo argentinos e chilenos.
Com o vinho não é diferente. São muitas as marcas e as origens. Uns menos acessíveis e outros a preços atrativos. Tem para todos os gostos. Tem aparecido até uns nacionais excelentes.
Assim até nós os pobres vamos poder tratar nossa saúde com óleo de oliva e um vinhosinho todos os dias !!!

Vinho e suco de uva-Benefícios e Malefícios

O efeito benéfico do consumo moderado de vinho auxiliando na prevenção de várias doenças tem estado em evidência principalmente a partir da década de 90, com muitas pesquisas sendo realizadas no mundo todo.
Profissionais da saúde muitas vezes relutam em prescrever uma taça de vinho aos seus pacientes com receio de que possam ocorrer abusos, principalmente por parte de pessoas que sofreram ou sofrem de dependência alcoólica ou de outras doenças que impeçam a sua utilização. Por consumo moderado entende-se 1(um) cálice diário para as mulheres e 2(dois) cálices diários para os homens, preferentemente junto às refeições.
O principal componente do vinho responsável pelos benefícios é o resveratrol, presente na uva preta, em especial na casca que utiliza esta substância também para proteger a fruta contra as pragas (insetos e fungos).
Alguns estudos tem mostrado que o suco de uva pode ser também benéfico à saúde. As uvas escuras são boas para a saúde da mesma forma que o vinho, tendo o mesmo poder anti-oxidante contra as doenças, devido à presença de substâncias chamadas de flavonóides, que protegem o coração. Os flavonóides encontrados na uva, e no suco de uva, tem mostrado que também, como o vinho, previne a oxidação do chamado mal colesterol, LDLs ou Lipoproteínas de Baixa (Low) Densidade. que levam à formação de placas de aterosclerose nas paredes das artérias.
Benefícios do consumo moderado de vinho:
– Aumento do HDL colesterol (bom colesterol);
– Protege o sistema cardiovascular, evitando ataques cardíacos e derrames;
– Aumenta a resistência dos vasos sangüíneos;
– Auxilia no processo de digestão;
– Tem efeito tranqüilizante, auxiliando no controle do stress e tornando o sono mais repousante;
– Retarda o processo de envelhecimento e por conseqüência o surgimento de doenças como o câncer e o mal de Alzheimer;
– Diminui a formação de pedras nos rins;
– Não engorda.

Acho que o vinho é bom mesmo, pois a família da minha mãe, descendentes de italianos e fabricantes de vinhos, bebiam diariamente vinho, só que não era em quantidades moderadas. Todos viveram mais de 80 anos. Da família só restam as duas irmãs, a minha mãe com 83 anos e a irmã dela, minha tia, que tem 89 anos e bebe vinho ainda hoje, em todas refeições.