Publicidade



Energia solar em cemitério

Em época de crise é que surgem as criatividades. Assim foi durante a segunda guerra mundial, quando até gasolina artificial foi desenvolvida na Alemanha. Até aqui no Brasil também eram vistos os curiosos carros movidos a gasogênio, gases gerados a partir da combustão incompleta de lenha ou carvão, que também veio suprir a falta de petróleo daqueles tempos.
Como atualmente também o mundo enfrenta sérios problemas com o setor de energia, pela escassez e também porque as fontes que se dispõem são muito poluentes, buscam-se soluções em fontes renováveis e limpas.
A energia solar tem sido uma das mais visadas, além da eólica e outras renováveis. Mas nem sempre ela é tão fácil de se conseguir, por diversos motivos, inclusive por questão de falta de ensolação e até por falta de espaço em algumas situações.

Em uma cidade do nordeste da Espanha instalaram placas para aproveitamento da energia solar sobre as lápides de um cemitério. É um dos únicos lugares abertos disponíveis. Essa instalação deve gerar energia suficiente para iluminar em torno de 60 casas e contribuirá dessa forma para custear a manutenção do cemitério.

A idéia teve tanta aprovação que já estão pretendendo fazer novas instalações em outros cemitérios.

Publicidade