Publicidade



Garoto de 8 anos da 5.ª série do fundamental é aprovado em vestibular de direito

O governo brasileiro não cumpre com suas obrigações constitucionais em todos os campos. Na saúde é uma precariedade, obrigando as pessoas a possuírem planos de saúde; na segurança todos sabemos o que está acontecendo; no transporte só sabe privatizar; em todos os outros campos ele se omite e deixa que exploradores do povo tomem conta, uma vez que nem para fiscalizar serve. Mas é na educação que o problema é maior, pois é a base do desenvolvimento de qualquer nação.
Esses dias o Brasil todo foi posto a refletir sobre o descaso da educação em nosso país, quando se divulgou que João Victor Portellinha de Oliveira, de 8 anos, aluno do 5º ano do ensino fundamental, em Goiânia foi aprovado no vestibular para o curso de direito da Universidade Paulista (Unip). A princípio até seus pais se enalteceram com o fato, porém logo todos sentiram o absurdo. Não podemos dar nenhum mérito a esse garoto e sim tirar todo o crédito desta faculdade e de todo o ensino brasileiro.
A Ordem dos Advogados do Brasil, OAB, Seção de Goiás, classificou a aprovação de João Victor como “preocupante”. “O fato materializa o alerta que a OAB-GO vem fazendo há tempos sobre a mercantilização do ensino jurídico, que não está sendo tratada pelas autoridades com a devida urgência que requer”, disse nota divulgada no site da Ordem. O documento diz ainda: “O referido fato, por si só, caso seja comprovado, merece que a instituição de ensino sofra imediata intervenção do MEC para que seja verificado se casos semelhantes ocorrem com freqüência e em que circunstância o episódio ocorreu”.
Não bastasse o verdadeiro comércio que virou o ensino em todo o país, sem fiscalização adequada por parte do governo, ele próprio está contribuindo para a piora, com a instituição das tais cotas para ingresso em faculdades pública. Em vez de melhorar o ensino em sua base, esse governo paternalista e eleitoreiro, prefere facilitar e aceitar que os profissionais tenham baixo nível.
Mesmo que o governo repita e engane o povo, dizendo que as cotas não estão refletindo no nível dos alunos nas faculdades, quem estudou em uma boa faculdade sabe que é mentira e que vai ser difícil confiar em um médico, engenheiro, advogado ou outro profissional, que ingressou em faculdade através das beneces eleitoreiras do Sr. Lula, que se quer sabe o que é um banco de Faculdade.
Por isso surgem piadas, a todo momento, como esta : “Perguntaram a um vestibulando sobre química, qual a diferença entre uma dissolução e uma solução”. Ele prontamente respondeu : “ dissolução é quando colocamos um político em um tanque de ácido e solução é quando colocamos todos eles nesse tanque”.
joao-victor-unip.JPG

Publicidade