Publicidade



O promissor mercado para motocicletas no Brasil trouxe para cá a marca KAWASAKI

A empresa nipônica anunciou seus interesses em importação, fabricação e comercialização da marca aqui no Brasil, não apenas de motocicletas, mas também de quadriciclos e jet-skis. O projeto inclui a construção de uma fábrica no Pólo Industrial de Manaus (PIM), com investimento inicial de US$ 40 milhões na unidade fabril, cuja produção deverá se iniciar em 2009.
O primeiro modelo a ser fabricado no Brasil já no próximo mês será a superesportiva Ninja ZX-6 R, com 600 cilindradas O preço da mesma deverá ser em torno de U$ 28.800. Em janeiro deverá também ser iniciada a fabricação da superbike Ninja ZX-10R. Para o primeiro semestre de 2009 ainda estão previstas as vindas da Z 750, Ninja 250R e Vulcan 900. A “ninjinha” de 250 cc será fabricada no Brasil no segundo semestre de 2009.

No último dia 15 de outubro também foi inaugurada a sua primeira concessionária autorizada, na cidade de São Paulo e a segunda concessionária da marca, que terá como proprietário o bicampeão de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi, também será montada em breve em São Paulo.
O grande empecilho para a divulgação da marca no Brasil sempre foi o problema de manutenção e assistência técnica, fazendo com que as concorrentes Honda e Yamaha dominassem o mercado por aqui. Para resolver estes problemas, a Kawasaki promete trazer um lote de peças para cada lote de motos produzidas e comercializadas e ainda pretende formar a rede de assistência técnica com 30 concessionárias espalhadas nas principais cidades brasileiras até 2015.
Com certeza será bem sucedida, pois o mercado brasileiro para motos, principalmente as de 250 cc, está num crescente, devido os custos de transportes coletivos, altos custos de locomoção com automóveis e os congestionamentos nos grandes centros urbanos.
ninja-zx-6-r-kawasaki.JPG

Publicidade