Publicidade



Os colecionadores estão em extinção?

Quando criança, em cidade do interior, era comum a meninada colecionar alguma coisa. Uns colecionavam bolinhas de gude, outros carteiras de cigarro ou tampas de bebidas, juntados nas ruas. Havia também os álbuns de figurinhas de times de futebol, que eram o tormento dos pais. Toda a economia da criançada ia para as tais figurinhas. Quando se preenchia a página, ganhava-se um prêmio. Normalmente os promotores não lançavam algumas e a criançada nunca ganhava os tais prêmios. Era pura sacanagem e fraude.
Quando adultos, continuando com a experiência, essas pessoas se tornavam colecionadores de moedas e outros objetos, chegando alguns a se tornarem colecionadores até de carros antigos, quadros e outras obras de artes, discos de músicas, etc.
Mas parece que esses hábitos estão se acabando. Hoje são poucos os colecionadores. As razões são muitas para isso. Uma delas é a situação financeira, que se tornou proibitiva. Outras razões também são determinantes, como os escassos espaços para isso, principalmente nas grandes cidades.
Acho que a raça dos colecionadores está em extinção!

Publicidade